Não dava pra lançar essa coleção na La Pomme e não vir aqui mostrar e nem preciso explicar porquê né?
Mas eu vou contar um pouco sobre minha história com fotografia porque muita gente pergunta!

Ela começa {sem eu ter consciência disso} quando eu tinha entre 8 e 10 anos. Meu pai tinha sido fotógrafo uns anos antes dessa época, {e agora é fotografo novamente} e tinha muito material de fotografia guardado no quartinho da bagunça. Eram livros, slides, negtivos, fotos preto e branco reveladas por ele. Eu adorava mexer naquelas coisas e um dia encontrei um saco preto com papeis dentro. Eram papeis fotográficos virgens!!!!!!! Esses papeis são sensíveis à luz {escurecem quando expostos a luz} e eu ganhei o saco e passava horas me divertindo na varanda colocando objetos em cima do papel e colocando eles no sol. Onde não tinha objeto ia escurecendo até ficar preto e quando eu tirava o objeto de cima estava lá, em branco, a silhueta do objeto {depois ficava tudo preto e o papel não servia mais, mas era muito legal}.
Mais tarde, já adolescente, ganhei uma câmera, dessas baratinhas, de filme. Nunca consegui revelar o primeiro filme que fiz com essa máquina porque não tive dinheiro. E aí adormeceu minha paixão pela fotografia.


Casei com Eder, que já havia trabalhado com filmagem de casamento por anos e entre uma tomada e outra fotografava com uma rolleiflex por hobby. Por conta disso tivemos um convite pra trabalhar em Recife com fotografia. Timidamente minha paixão foi ressurgindo, acompanhava Eder durante os trabalhos, quando ele trocou de câmera a primeira vez, eu ganhei a câmera antiga {foi uma felicidade e tanta poder registrar o mundo por aí}.

Eu não fiz curso para aprender e Eder só me ensinava o que eu perguntava, tive que aprender por mim mesmo e a medida que vou aprendendo vou me encantando ainda mais. Hoje eu não tenho mais a necessidade que tinha de estar com a máquina em todo lugar que eu fosse. Eu fotografo o tempo inteiro, mesmo sem máquina… mas vejo e registro imagens {na minha cabecinha} o tempo inteiro. Isso é libertador! Depois do instagr.am, então… me realizo, porque consegui me libertar e passar a  registrar fisicamente as coisas que só registrava na mente quando estava sem minha máquina “grandona”.
Digo me liberto, porque não sentia mais vontade de andar com aquele trambolhão de máquina para todos os lugares, e apesar de “fotografar” com os olhos e mente, sentia falta de ter um registro físico. Confesso que tinha preconceito com foto de celular  e preferia não fazer a foto que usar um telefone para isso! E hoje eu fotografo MUITO mais com celular que com minha câmera :)

Eu adoro fotografar coisas, detalhes, texturas, cores, macrofotografia, superexposição e MUITO desfoque. Adoro experimentar coisas novas com fotografia.
Tô querendo me aventurar na fotografia analógica ;)

E vocês curtem fotografia?
Então clica aqui vai lá na loja ver a coleção completa!
Uma coleção linda e colorida para aqueles que enxergam a fotografia além da imagem, sentimento!

:)

Uma Resposta to “EU AMO FOTOGRAFIA”

  1. Tanta vontade de fotografar, de aprender mais, experimentar mais, testar.
    Cheia de planos pra me jogar na fotografia nos próximos meses. :)

    [Responder]

Escreva um comentário

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© 2014 asperipeciasdeeva.com.br Suffusion theme by Sayontan Sinha