Adereçar minha casa não é um ato com resultado puramente estético. Decorar é um ato de ocupação, de demarcação de território. Não para os outros, mas para mim. É criar um sentimento de pertencimento. É quase um brandar: “aqui eu habito, este é o meu lugar”
Colocar tinta na parede é pincelar a vida com alegria. Pendurar quadros é perpetuar histórias. Escolher uma roupa de cama é adicionar à casa, afeto.
Penduricalhos, almofadas, móveis não são simplesmente adereços, são ícones, são referenciais. Cores, objetos, móveis dão forma física à nossa energia, sentimentos, lembranças…
E assim a casa vai sendo permeada de sentidos, vai ganhando alma até torna-se um lar. Decoração não é pompa e exibicionismo, é identidade, é o que me permite andar pela casa e me enxergar fora de mim.
Mas um lar não é só decoração, há um tanto de nós na bagunça do dia a dia, na roupa dançando no varal, no leite derramado no fogão.
Lar é um organismo fluido alimentado pelo nosso viver!

E vocês? como enxergam a casa?

7 Respostas to “Casa, uma extensão de nós”

  1. Penso exatamente assim – muito antes de decoração, gosto de criar ninhos…tudo precisa ter identidade, história, significado. Não consigo deixar nenhum canto estéril!!!! Lindas ideias. Amei a porta! Abs

    [Responder]

  2. Sem duvida alguma decorar,organizar seu cantinho é mto mais q um simples ato, envolve ”sentimentos”…e qnd vem acompanhado de pessoas naquele vai e vem de quem mora em casa grande…de quem abre as portas p/ todos no almoço feito no quintal é assim q é meu lar…é assim q gosto q lembrem dele…de cantos e gestos ! Abços.

    [Responder]

  3. A nossa casa sempre é o RX das nossas vidas.
    Se identifica as pessoas pelas suas casa. Nelas encontramos um pouquinho de cada um de nós.
    Não tem como não lermos a história dos moradores admirando suas casas-lares.
    A sua é linda e muito humana.
    Beijos e boa semana pra vocês 4.

    [Responder]

  4. Concordo com todas as suas palavras, hoje mais do que nunca sei que transformar minha casa em um lar é a tarefa mais prazerosa que tenho na vida, me sinto mais feliz a cada quadro ou almofada que coloco no meu cantinho, tem um ano que comprei essa casa que moro, já tive uma outra, mas hoje posso dizer que tenho um lar.
    Bjs, passei para dizer o quanto te admiro, muito amor para vcs!!!

    [Responder]

  5. Uau! Uma verdadeira aula sobre nós mesmos e nossa casa. Achei uma delícia o prisma sob o qual você colocou o sentido de lar. Ótimo de ler e refletir!
    Eu pensava isso, de me encontrar em casa, mas quando li o que você escreveu percebi que minha ideia era muito superficial. Eu quero a sua ideia haha! Quero tudo isso que você disse. Amei!

    [Responder]

  6. LINDO ; VOÇE CONSEGUI DESCREVER REALMENTE O QUE E UM CASA

    [Responder]

  7. Lindos Ventos pra ti!
    Que delicia te ler.
    O jeito que vc descreve seu lar como uma extensão do teu ser ,
    cheio de carinho,sentimento, impressões.
    é um presente!
    Sim, o que está dentro, está fora.
    E a nossa casinha, nos diz muito sobre nós :)
    Cafuné e muita luz

    [Responder]

Escreva um comentário

(requerido)

(requerido)

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

© 2014 asperipeciasdeeva.com.br Suffusion theme by Sayontan Sinha