antes de depois quarto infantil pequenoTem muita gente esperando as fotos do quarto de Dorica e ando tão sem tempo de fazer as coisas que esse quarto já teve umas 4 versões, mas só consegui me organizar pra fotografar e postar agora. Quem sabe depois eu não procuro outras fotos e faço um post com as outras versões, né?

Sábado passamos rapidamente por Recife e Dora pediu pra passar pelo Poço novamente, e nós fomos. Dorica chorou com saudade e todos ficamos meios saudosos. Não era uma saudade tristes, era saudade de um tempo vivido com felicidade. Acho que os 5 anos de Poço foi das épocas em que fomos mais felizes (Sem contar o período de Jampa) e não tem como não sentir um certo saudosismo.
Mas tem uma coisa que eu real,ente sinto falta: JANELAS GRANDES.
Anota aí Eder Jules: primeira reforma dessa casa eu quero JANELÕES… hahahahaha.

Voltando pro quarto de Isadora…
Todo post que eu começo a escrever sobre a casa, tenho vontade de falar da dificuldade de organizar por ela ter cômodos pequenos. A gente tem que rebolar e usar muita criatividade.
O quarto de Dora é o que demanda mais atenção porque ela usa muito o quarto dela pra brincar, pra ler, estudar… Minha vontade é fazer um mesanino com cama e espaço pra leitura e embaixo espaço pra estudar e brincar, mas por enquanto fica nos planos.

Apesar de não ter sobrado muito espaço livre, ela me contou que essa foi a forma que ela mais gostou do quarto, porque as duas camas deixam o quarto mais confortável (e só agora eu percebi que não tem foto da disposição das camas, mas fica uma paralela a outra e o espaço entre ela é o suficiente para uma pessoa).


As duas pranchas de pinos foram pintadas na cor favorita de Dona Doricas e fixadas acima da cama. Sobre elas colocamos os livros que ela tanto se orgulha e adora tê-los por perto.
Pra ganhar espaço a gente decorou a prateleira com os brinquedos dela:
- Lego e bichinhos em caixinhas e potes transparentes;
- Quadros pintados por ela;
- A coleção de relógios;
- As bonecas Pepas que ela ama e que foram presente da Lia Agio (e também são confeccionadas por ela);
- Bonequinhos que ela modelou com lego, barro, biscuit, papel alumínio;
- Maquininha analógica que ela ama e foi presente de Samara e Ivan do Instituto Candela;
- Maletinha do Pequeno Príncipe que ganhou de Fernanda Reali;
- e mais um monte de quinquilharia que dá o maior trabalho pra limpar, mas são peças afetivas (e de uso dela do dia a dia) que refletem a personalidade dela e que fazem ela virar pra mim e dizer que ama o quarto dela <3

Pra resolver o problema dos inúmeros gibis jogados pela casa toda, combinamos de distribuí-los pela rua para as crianças que encontrássemos em nosso caminho. No início ela resistiu, mas depois concordou e ainda me disse que foi muito bom ver a felicidade das crianças que ganhavam e que ela ficou feliz também.
Deixamos apenas os gibis mais novos e o primeiro que ela ganhou. Pra eles não ficarem por aí, ganharam um suporte (que já serviu pra um monte de outras coisas… hahahah). O suporte é nada mais, nada menos que barras de banheiro para toalhas.
Outro ponto complicado no quarto de Isadora são os bichinhos de pelúcia. Ela é alérgica, mas nunca conseguiu viver sem bichinhos, a gente faz rodízio, mas ela sempre quer mais e sempre tem alguém (eu e Vovó Margaret) fazendo novos bichinhos de pano pra ela. Aproveitei as barras de sustentação da prateleira, passei elástico e prendi alguns bichinhos.

Do outro lado do quarto, pintei nuvens pra menina que vive no mundo da lua e sonha em voar como um pássaro. Tentei fazer com carimbo e com stencil, não deu certo, então pintei à mão.
Na cama, o primeiro presente dela (Cachorrão! 12 anos depois ele está firme e forte), A almofada toy (da La Pomme) em formato de Torre Eiffel e uma almofada de coração que Dorica costurou!


Na mesa lateral tem aparelhinho pra ouvir música na hora de dormir, caixinhas com estampa La Pomme da Coleção “Eu Amo Paris”, máscara de dormir e suculenta que Cactus Lira vende na feirinha de UFPB.
A almofadinha de nuvem, adivinhem de onde??? La Pomme, claro! hahahaha


Em frente às camas fica a mesa de estudos (leia-se bagunça). Fiz um móbile super fácil com retalhos de papel colorido e o nome dela com papéis estampados
Tentei deixar na mesa só as coisas essenciais para estudo, maaaas quem disse? Além dos dicionários que ela ama, os lápis de cor, hidrocor e o mural de recados tem um monte de fofíces (mais torres, mais relógio, mais bichinhos e etc, etc, etc…)

No fim, como já falei lá em cima, o quarto ficou do jeito que ela curtiu, com elementos que falam dela e pra ela.
Não gastei nada, usei só as coisas que  a gente já tinha em casa e elementos afetivos e que contam a história dela!

E aí curtiram?

Um beijo!

Dica BBB, heim?
Uma das coisas que herdei da mama na última limpa que fiz na cada dela (ha ha ha) foi esse movelzinho aí!
Tava escanteado e cheio de poeira.
Na hora eu quis pra mim e já sabia qual seria o destino dele.

20140725-235934-86374139.jpg
Ele ainda ficou uns dias encostado e eu sem saber ao certo que eu ia fazer nele.
Aí resolvi colar tecido, separei as estampas, fiz os cortes, colei e…
HORRÍVEL!!!!!

Arranquei tudo e lembrei de umas revistas Zuppi que eu tenho, não tive dúvidas, escolhi uns desenhos bonitos e cola neles!
Eu amava forrar os móveis com revista quando era adolescente, tinha várias coisas assim e ficava horas escolhendo as imagens e colando.
Pra fazer é muito fácil, é só passar a cola e colar o recorte. Depois passar cola por cima pra dar uma impermeabilizada. A depender do móvel é aconselhável passar verniz spray pra reforçar a impermeabilização.

20140720-160639-57999116.jpg

O lugar certo dele era a minha mesa, pra ver se coloca ordem, porque vou te contar, viu? Nunca vi mesa mais bagunçada que a minha, não importa quantas vezes arrume ou quantos meses fique sem arrumar. É bagunça no grau mil.

No fim da constas eu fiquei meio “decepcionada” porque as estampas ficaram todas escondidinhas. Mas ele tem me ajudado bastante. Agora é bagunça é grau 900…rs

Detalhes dos “badulaques” da minha mesa:

LPS que Dorica me deu e lá atrás eu e Eder versão biscuit

Gatinho de LEGO, feito por Dorica, claro!


Cestinhas que eu AMO!


E minha caneca plástica personalizada luxo da La Pomme com a estampa “Flores de março” que eu desenhei.
(as duas estão disponíveis lá na loja)

Você assina a news da La Pomme?  Semana passada eu mostrei um pedaço do ateliê em primeira mão.
Clica aqui pra assinar, eu escrevo pessoalmente, toda semana, e-mails contando novidades, como foi a semana e tem sempre presentes e vantagens exclusivas pra quem é assinante.

Olha um pedacinho do que eu mostrei lá:
Olha só que massa essa ideia de mesinha lateral com revistas!

Minhas máquinas ganharam capinhas novas e com a marca da loja <3
E as paredes, ganharam mais amor com os dois lançamentos da La Pomme:
A coleção “Eu amo costurar” e Pôster rígido personalizado.

Tô super animada com as mudanças que ando fazendo por aqui!
Acho que a próxima coisa que vou mostrar é o quarto de Dora :)

Beijocas!

Esse mês completou 1 ano que mudamos pra Jampa, parece que foi ontem e ao mesmo tempo parece que sempre estivemos aqui!
A adaptação foi rápida, logo deu pra sentir que foi uma escolha feliz.
Eu prometi (aqui, no facebook e no instagram) que mostraria a casa nova, a decoração e tudo mais. Terminei não fazendo. E não fiz porque a casa ainda não ganhou forma, não achava que havia nada que valesse a pena mostrar.

A verdade é que apesar de muito desejada e comemorada, por conta da mudança tivemos muitas questões para resolver no trabalho, na casa, na vida…
Então o foco não estava na decoração, por mais que a gente sempre tentasse fazer algo, não conseguíamos concluir ou não chegávamos num resultado legal. Basicamente o que fizemos foi pintar, arrumar a parte elétrica e tentar acomodar nossas coisas da melhor forma possível já que essa casa é BEM menor que a anterior. No dia que a mudança chegou, a gente olhava e não acreditava que ia conseguir colocar tudo pra dentro…rs

(Ainda tenho caixas sem desempacotar por não ter espaço para colocar as coisas, e até semana passada o banheiro social estava interditado servindo de depósito …)

Mas, sabe? Agora não existe pressa (apesar da ansiedade) pra chegar a um resultado. Esse tempo foi importante pra gente sentir as necessidades de cada espaço, observar como utilizamos cada um deles. Apesar desse exercício não ter sido feito de forma consciente, ele existiu.
Sabe o que aconteceu também? Houve uma certa acomodação… Eram tantas outras coisas pra resolver, sem contar que estávamos vivendo tantas coisas legais fora de casa que, apesar da vontade de transformar esse lugar, terminava ficando pra depois.

Acontece que isso terminava me deixando, de certa forma triste e frustrada, porque eu não me enxergava na minha casa e isso é muito importante pra mim. Eu não estava insatisfeita emocionalmente, eu gosto e me sinto muito bem aqui… Não sei se pra todo mundo funciona assim, mas pra mim uma coisa é você se sentir bem na casa, ser grata pelo espaço que tem e que cuida e isso a gente sente no dia a dia, de olhos abertos ou de olhos fechados. Outra coisa é abrir os olhos e não “enxergar” essa sensação, olhar em volta e não encontrar elementos que traduzam fisicamente aquilo que nossa alma vive e sente.
Eu gosto de usar minha casa como espaço de expressão. Quando visitei minha mãe mês passado, relembrei como é bom ter uma casa bonita. Não tô falando de luxo, nem de ostentação. Tô falando da beleza que reforça o sentimento de pertencimento de um lugar, da que conta a história da nossa vida através dos objetos de nossa casa…
Enfim, foi vendo a casa de minha mãe, cada cantinho, cada cor, cada elemento decorativo, que aquela vontade de fazer aquilo acontecer aqui na minha casa veio com força!
Aproveitei que ganhei um monte de coisas dela (de livro  a uma cama novinha em folha – que veio amarrada no teto do carro… hahahaha) e usei como empurrão pra começar a mexer na casa.

Tô ficando feliz, tem MUITA coisa pra fazer, muita coisa iniciada desde a mudança e parada, mas devagar e com amor a gente chega lá!
Meu quarto já ganhou outra vida e já consigo olhar e ver um pouco do que eu sinto <3

*Primeira foto foi em julho de 2013 (quando nos mudamos e pintamos a casa toda) as duas última foi hoje (julho de 2014).

20140713-205520-75320232.jpg

20140713-205519-75319661.jpg

> As fotos do quadro foram feitas por Beta Bernardo
(Imprimi as fotos e colei sobre o vidro de um quadro velho depois de ter pintado a moldura)
> A cama e a colcha de retalhos foram presentes da mama Margaretss (a colcha foi ela que fez!!!!)
> A almofada personalizada é da La Pomme
> Banquinho anos 70 e base do abajur – Tok&Stock
> Letras da palavra “AMOR” e cúpula feitos por mim <3

<3
Beijoca pra vocês!

Tem uma fórmula básica pra fazer móveis rápidos e super versáteis que eu sempre uso!
Juntar 4 tábuas e formar um caixote sem fundo.

Bom, esse aí é o princípio básico pra fazer o caixote! Daí vai variado altura e largura e quantidade de peças pra fazer muitas coisas legais.
Já fiz várias coisas aqui pra casa usando nesse esquema! Fuça aí o blog que tu acha… (mentira, no fim eu coloco o link tá certo?)

Esse nhem nhem nhem todo é pra mostrar no que se transformou a prateleira colorida do ex-quarto de Isadora (é! já mudei de novo… fica zonza não! Tô achando ainda o time da casa e aí é um muda muda intenso até achar o canto certo de cada coisa :D )

Esse é apenas um teaser…rs… pois é! Tenho que usar as palavrinhas da moda né não? Mas falando sério é só uma provocação, porque no fim essa ex-prateleira agora é uma mesa de cabeceira, mas não tá assim feinha não! ela tá com uma roupa linda!!

_______________________________
Tu me espera no próximo post?
Enquato espera olha aí 2 móveis feitos com o princípio do “caixote” e outros dois bem fáceis também:
4 móveis coringas e fáceis de fazer

Sábado pássado o telefone da La Pomme toca:
- La Pomme Bom dia!
- Eva?
- Pois não…
- É Mari! Preciso de Help…

Era Mariana! uma cliente que virou mais que cliente!
Resolveu se inspirar nas blogueiras arteiras e fazer uma transformação no quarto dela!
Comprou tinta, lixa e foi com força e coragem pintar TODOS os móveis do quarto…

E não deu certo, porque os móveis era lâminados, precisariam de muito lixa, muita mesmo e ela não ia ter braço nem tempo hábil pra fazer tudo!

Aí juntas colocamos nossas caixolinhas pra pensar e  ela optou por começar devagar e transformar aos poucos, com tecido e tinta spray (a danada agarra em praticamente qualquer coisa)
E ela e mais 5 amigas fizeram uma transformação linda no quarto dela:

Diz aí! Ficou um arraso não ficou?
E quando eu digo que eu tenho o melhor trabalho do mundo, que me permite conhecer as pessoas e um pouco da história delas!

Obrigada Mari pelo vídeo!
Adorei!

Um final de semana delicioso pra vocês e a gente se vê na #sextacriativa

O que é #sextacriativa?
A Esther  (ScrapStuff) criou essa hastag no twitter para estimular e divulgar ações criativas.
Vem ver quanta criatividade aparece por lá e se quiser participar é só publicar no twitter uma ideia criativa e incluir a hastag #sextacriativa

Oi pessoas!

Hoje tem um diquinha muito simples que eu fiz aqui e amei!
No blog da Thalita –  Casa de Colorir – tem uma seção chamada INSPIRAÇÃO PÉ NO CHÃO!
Aliás o blog todo da Thalita é bem pé no chão com uma ideia bem próxima das propostas que coloco aqui no peripécias! Vale muito a pena ir lá conhecer (se é que vocês já não conhecem!)

Sabe aquela mesa de ferro velha, que tá encostada, prestes a ir pro lixo??

Que tal uma lixadinha + tinta spray?

Um peça nova, divertida, original e alegre!

Eu usei a minha pra expor produtinhos téxteis aqui no ateliê!

Mas imagina como aparador, como mesa auxiliar na cozinha ou como penteadeira com um espelhão bem bonito!
Acho que deve ficar bem legal também!

E então gostaram?

beijoquitas e boa semana!

Eu finalmente estou conseguindo zerar as pendência com minha casinha. Conseguindo um pouquinho a cada fim de semana deixar um cantinho mais bonitinho ou mais prganizado.

E esse fim de semana foi a vez da cozinha.

Com as chuvas que estão tendo aqui, a calha entupiu e a minha cozinha alagou literalmente.
Eu não tinha nem como por balde porque a goteira fica num armário de alvenaria embutido na parede. A água escorria por dentro dele. Caos minha gente. Perdi comida, tive que tirar tooooodos os utensílios, louça, pratos… tudo! E a loucura de não ter onde por as coisas porque o danado do meu único armário alaga quando chove?

Felizmente o problema aparentemente foi resolvido e eu parti pra reorganizar minha cozinha.
Olha o mangue que tava no meio da arrumação:

Depois de organizado!

Agora vou começar o processo de deixar mais bonitinho! e desde já quero ajuda!
Você foram ótimos com o quarto, agora quero ver com a cozinha.

Eu detesto esse armário porque ele é velho, feio e uma “mondrongão” cheio de azulejo azul feio e quadrados… humpft
Mas não tem jeito né? tenho que conviver com ele.
Não rola colocar portas (eu as removi, elas existiam até sexta passada)
Ai tenho algumas ideias:
Por tecidinho na frente das gavetas
Azulejos coloridos assim como a Thalita do Casa de colorir (M A R A V I L H O S O)
Trocar ou reinventar os puxadores da gaveta.
Fazer algo legal nas molduras de madeira
Trocar as cestas amarelas por caixas plásticas com tampa.

E outras coisinhas mais em outras partes da cozinha, mas é surpresa :D

Vamos pitaquem aí!!

Beijoca e boa semana procê!

ANTES

DEPOIS

O bloguinho tá paradinho, mas é por vários bons motivos. Tô focada no meu quarto! É gente, ele vai sair, finalmente! E tá ficando como eu quero! Na verdade já tá praticamente pronto! Mas eu sou má e vou mostrando aos poucos! E conto também o que me ajudou a resolver os problemas com o quarto!

Só sei que agora estou curtindo muito ele!

Hoje eu vim mostrar uma a cadeira que fiz pra ele (na qual estou sentada nesse exato momento). Muito fácil e barato de fazer, mas com um resultado super legal

Eu não sou muito boa com PAPs não. Então não vai ter PAP. Mas não fica triste a Flávia conta tim tim por tim tim nesse vídeo.

Eu gastei em torno de R$ 20,00 reais e o tempo de um filme (enquanto *assistia* fazia)
Na verdade eu não gastei nada porque já tinha o tecido, a cola e os pinceis. Mas essa é a estimativa!

Me conta gostou? Então curte aí!? beijocas!

O post de hoje quase não sai, mas estou aqui firme e forte!
Hoje eu vou mostrar um antes e depois que demorei no máximo 1 hora pra fazer (pode ter sido menos… não contei o tempo)

Mas antes eu queria falar umas coisinha pra vocês.
Eu já falei e vocês devem ter percebido que não sou muito ligada em decor “certinha”, dessas feitas de móveis planejados e moduláveis e com cada detalhe perfeitamente colocado (e só pra reafirmar e não ofender ninguém, esse é o meu gosto e ele não desmerece o de ninguém tá?).  Repito que a minha casa é o meu mundo e tem que estar cercadas de coisas bonitas pra mim e para quem nela vive, no meu caso, minha família! Coisas que falam de e para nós.

E pra mim o fundamental para que isso aconteça é que as coisas sejam feitas por mim… por nós! E por isso que a maioria das coisas que mostro aqui tem dedo meu.

Eu acredito e pratico o fazer, o ressignificar, o transformar. Mudo tudo o tempo todo, e fico inquieta quando um cômodo ou um pedacinho da casa não “fala” coisas boa pra mim (o caso atual do meu quarto e da minha cozinha…humpft)!

Tudo isso porque tenho recebido recadinhos das pessoas dizendo que não se acham criativas, que queria fazer coisas assim e assado!

E eu acho que todo mundo tem potencial, a criatividade é algo que tem que ser cultivada, estimulada, mas algo que também depende de ação, de testar, de colocar a mão na massa e fazer “merda” e errar e aprender que assim não dá certo, mas do outro modo dá!
E eu acho, aliás, eu tenho certeza que decorar, se vestir, criar, fotografar… está muito mais ligado à maneira como você enxerga as coisas do que com os recursos que você tem!
Olhar com calma, analisar o potencial de cada coisa, se essa coisa realmente só serve para isso, ou se poderia servir “praquilooutro”. Isso realmente precisa ir pro lixo? Isso realmente precisa ser guardado?
Eu não gosto dessa cor de maneira nenhuma? E essa que eu tanto amo, vai ficar legal nesse espaço?

Então gente, esse post fala desse enxergar além!

Mas agora vamos pro que interessa!

Nós preparamos uns adesivos em vinil pra enviar para os cliente da La Pomme junto com seus pedidos! Acontece que no início do ano nós reformulamos toda a identidade visual da loja os adesivos ficaram aqui guardados, por que eu não sabia (ainda) qual destino dar a eles, mas também sabia que pro lixo eles não iriam!

Eu também tinha uma paredinha que sempre ficava olhando pra ela e achando que ela precisa de um adereço. Inicialmente ia fazer uns desenhos com tinta e pincel, só traço mesmo, em preto…

Mas um dia, eu olhei pra paredinha e olhei pros adesivos e PLIM! Olha no que deu!

Tem papelzinho ainda no chão ó! Eu fiquei tão feliz com o resultado e achei tão fofa Nina deitadinha ali que corri pra fazer a foto!

E eu só precisei de espátula e fita crepe. A propósito você tem fita crepe em casa? Se não, corre pra compra que ela é melhor que Bombril e tem 1002 utilidades e vai rolar post aqui sobre isso :D

Delimitei a area que eu queria com a fita crepe!

Tiro a proteção do vinil, passo a espátula…

Removo com cuidado o outro plástico (chamado de máscara) e pronto, uma maçãzinha colada! Repito isso um tanto de vezes com ajuda da filhota! E tenho uma parede fofa!

E ainda vai rolar aqui o antes e depois da mesinha azul…!

Beijo, beijo, que tá tarde e eu ainda preciso ir alí dar uns cheiros no maridinho!

Finalmente hoje eu fecho os posts sobre o quarto de Isadoricas!

Pra mim foi muito simbólico prepará-lo. E foi, porque depois de alguns meses sem fazer absolutamente nada pra minha casa, ele foi o meu retorno, o reiniciar a cuidar da minha casa e deixá-la de maneira que eu me sinta bem de estar nela, de olhar em volta!
E isso pra mim é muito mais que decorar a casa. É terapia, me renova, me faz bem, me traz um cansaço que me deixa leve, mexe nas energias e deixa tudo mais gostoso de viver naquele espaço.
E tava me fazendo um falta danada, cortar, lixar, pintar, montar, colar…. Ai como tava!

O coitado tava desse jeito

Eu pedi ajuda aos universitários e uma mocinha que mora no meu coração ficou aqui (pelo msn) me ajudando com as inspirações (porque acho que eu tava enferrujada e não tinha nenhuma). Dany… tu é uma fofa! Companheira de tardes e  madrugadas, me mandou e me deu várias ideias!

Eu mostrei pra ela o quarto como tava e “iscrivinhei” como queria que ficasse!
Então? Vamos ver como ficou?

Algumas coisas ficaram como no projetinho, outras mudaram ao longo do caminho, mas ficou tudo como precisava ficar!
Ainda tem duas frescurinhas que não tinha mostrado aqui:

Esse móbile/pendene/penduricalho feito com chaveirinhos de cubo mágico que sobraram do aniversário de Isadora

e a luminária que tava velhinha e eu forrei com papel adesivo laminado igualzinho ao DVD portátil

quarto isadora1-13


quarto isadora1-12

Pra vocês não deixar vocês desorientados
Preparação da estante aqui

PAP do suporte com revistas aqui

Paredinha colrida pra rabiscar com giz aqui

POst com o mural de recados aqui

Como customizar cadeira aqui

……….

P.S. Meu dilema agora é o meu quarto que eu detesto….
Me acode  Dany!!!

© 2014 asperipeciasdeeva.com.br Suffusion theme by Sayontan Sinha