Sabe quando você encontra alguém que pensa como você?
Que acredita que o bonito não precisa ser caro e que a beleza não se encaixa em padrões pré-definidos?

E quando essa pessoa resolve reunir num site várias pessoas que pensam e agem assim na decor de suas casas/ateilês/escritórios…?

É exatamente isso que o fotógrafo Rodrigo Ladeira, através do site Casa Aberta, tá fazendo.
Cada matéria me deixa mais encantada que a outra. São espaços maravilhosos, com o jeito e história das pessoas que percorrem aqueles lugares.
O da ilustradora Amanda Mol me fez ficar suspirando, não sei se pela história, pela identificação com o ateliê ou por tudo junto!

Isso é só uma pequenina parte de toda beleza que tem por lá!
As fotos foram enviandas pela Amanda para o site  Casa Aberta e eu pedi autorização pra postar por aqui!
Agora tchau, vai lá ver o quão cheio de vida e inspiração é o Casa Aberta

Volta pra me contar o que achou, tudo bem?

Como se não bastasse eu ficar vendo todos os dias as delícias do Quitandoca e ficar vendo os tweets delíciosos dela! Dia desses percebi que apesar de não curtir muito blogs culinários (porque cozinhar não é mesmo a minha praia) tem dois que eu gosto e não seguia no twitter – @pitadinha e @naminhapanela.

E então que percedendo meu erro, tratei de corrigí-lo.
Mas vou te contar viu! Tô quase voltandoi atrás! Porque sem ninguém pra fazer coisinhas gostosas pra mim e sem tempo pra eu mesma fazê-las, ficar lendo e vendo posts sobre delícias, com fotografias mais deliciosas ainda, não dá… atiça minhas lombrigas gente!

E hoje a conversa no “tui” era sobre um tal creme de abóbora / sopa de Jerimum pra lá e pra cá e eu fui ficando mais faminta que já sou e a vontade atacou, mas ficou só na vontade.

Aí lembrei de uma fotinha que tirei de uma receitinha que fiz baseada numa receitinha do @quitandoca.

_MG_7769

Fica um creme delicioso!

A minha finalizei com queijo parmesão fresco e bacon crocante!
E agora tô com mais vontade ainda!

Vai lá conferir o Quitandoca, o Pitadinha e o Na Minha Panela.

Só não vale reclamar que ficou com fome (quinemeufiz)

Beijocas pra vocês!!

Vou contar uma historinha pra vocês (ultimamente tô amando – mais – contar histórias)
Um dia eu encontrei esse blog:  assimsim.com.br idealizado pela Cissa Chiarini! E não saí mais de lá!

Comecei a trocar e-mails com a Cissa (que é uma fofa) sobre fotografia. Então me chega um e-mail com um título assim: “Um desafio para você”

E era um desafio mesmo! Produzir 6 fotos em um dia (naquele dia) para ilustrar frases sobre empreendedorismo. E lógico eu topei sem nem penstanejar!

E gente, vou deixar minha modéstia de lado e encarnar a @margaretss. Ficou LINDOOOO!

Clica aqui pra ler o texto da Cissa e ver toda a série de fotos lá no blog da Tanlup.]

Mas voltando pra história, depois das fotos prontas lá fui eu fazer a edição e inserir as frases.

Quando eu tô fazendo a primeira imagem, essa aí que ilustra o post, Isadora chega por trás de mim, lê em voz alta e completa:

“Mãe, que lindo! você precisa postar isso lá na La Pomme, porque vê (e ai falou a frase de novo com olhinhos arregalados e mãozinhas gesticulantes): Faça sempre o que você ama com todo o coração! Tudo que você, VOCÊ, não outra pessoa, entendeu mãe? é o que você ama!”

E eu fiquei feito boba olhando pra ela me dizendo porque tinha adorado a frase e me sentindo feliz por estar vivendo aquele momentinho singelo!

Obrigada Cissa, por me trazer de presente a oportunidade de ilustrar suas frases!

Ah! a Cissa faz tudo o que ama com todo o coração dela lá no Ateliê cupcake hortelã vai lá ver quanta coisa linda!


O consumo consciente vai além das compras. Segundo o Instituto Akatu, “a compra é apenas uma etapa do consumo. Antes dela, temos que decidir o que consumir, por que consumir, como consumir e de quem consumir. Depois de refletir a respeito desses pontos é que partimos para a compra. E após a compra, existe o uso e o descarte do que foi adquirido.”
O tempo inteiro estamos consumindo produtos produzidos pelo homem, industrializados ou artesanais, assim como os recursos naturais do nosso planeta. Então, o importante é não se deixar agir por impulso ou no automático. Pense que suas práticas devem sempre priorizar maximizar os impactos positivos e minimizar os negativos dos seus atos de consumo, e desta forma contribuir para construir um mundo melhor.
Sei que parece bem difícil, mas na verdade é bem simples. Com o tempo e a prática é possível colocar em prática idéias mais sustentáveis. Aos poucos você vai sentir que essas práticas já estão incorporadas ao seu dia-a-dia e vai ficando cada vez mais fácil lidar com elas. Sua qualidade de vida vai melhorar na mesma medida.
Como a Eva nos presenteou com essa coluna, logo estarei dando dicas mais práticas para se viver esse consumo consciente, mas desde já quero lembra-los de umas coisinhas: economize água e energia elétrica, prefira o transporte coletivo ou bicicleta sempre que possível, separe seu lixo para a reciclagem…
Até a próxima!
Cristiane Iannacconi é mestre em design pela PUC-Rio, mãe do pequeno Ian e autora do blog Ciclicca.

A moça que irá fazer o post de hoje é a Cristiane Iannacconi - Mestre em Design e Bacharel em Comunicação Visual – Desenho Industrial pela PUC-Rio. Ela é redatora do blog Empório Eco.Sustentável CICLICCA. Quando conheci o blog fiquei super encantada, pois a Cris mescla em seu blog design e sustentabilidade (e pelo que entendi, no seu trabalho também). Não hesite e a convidei pra postar aqui né? tuuuudo a ver com o “Peripécias”.
Ms já sabem né, tenho que me policiar nas apresentações se não falo mais que os convidados.
Fala aí Cris!


“Decorar é uma delícia. Desde que casei e comecei a decorar a minha própria casa penso em soluções sustentáveis e emocionais. Hoje ela é recheada de lembranças.

Para dar conta de realizar todos os papeis femininos possíveis (esposa, mãe, profissional, amante, cozinheira de mão cheia, etc.) é preciso uma casa funcional e organizada. A partir daí, basta rechear o “bolo” com bastante emoção, diversão, romance, lembranças.

Tirando os objetos funcionais, para decorar mesmo não compro quase nada. Uso móveis que foram da família e outras coisinhas que acumulamos (e como acumulamos) ao longo de nossas vidas. Alem do mais, esses objetos estão carregados de lembranças. E são essas lembranças que imprimimos nos objetos cotidianos que os fazem tão especiais. Cada um deles conta a nossa história.


Meu marido, por exemplo, guarda a maior parte dos seus brinquedos de infância. Também tenho alguns. Muitos estão expostos na sala, nos quartos e até no lavabo. Tornam a decoração bem mais lúdica e divertida. Sem contar com os brinquedos que o meu pequeno (que tem apenas 2 anos) espalha por aqui brincando.

Muito cor de rosa, flores e borboletas criam um clima de conto de fadas romântico. As borboletas coladas na parede do quarto de casal tinham sido usadas na decoração da nossa festa de casamento com contas de cristal Swarovski. Na época, eu imprimi e recortei 500 com ajuda da minha avó. Depois da festa não podia jogar fora algo carregado com tanta energia boa.


Na cozinha, as bruxinhas que ganhei quando ainda namorava meu marido me inspiram. Um pedaço de tubo cortado que não servia mais para pendurar cortina na casa da minha avó virou porta panelas. Como designer também gosto muito de subverter o uso dos objetos e dar novos usos a material reaproveitável. Praticamente não uso o aspirador de pó. Prefiro a vassoura: varro mentalizando que estou tirando as energias negativas, além de não gastar energia elétrica.


Economizar energia e água é lei. Todas as lâmpadas aqui são fluorescentes, mas também gostamos de criar um clima com iluminação indireta e à luz de velas sempre que possível.


Sempre amei os contos de fadas e esse tema lúdico tem sido o tema perfeito para produzir a minha casa. Minha dica é focar em energias positivas: alegria, família, romance, criatividade, saúde, respeito, sustentabilidade, reaproveitamento, economia, consumo consciente, amor… Bom, a história aqui de casa é mais ou menos essa. E se a Eva e você gostaram volto para contar mais, porque eu gostei muito de poder participar de um blog tão legal. Obrigada pelo convite, Eva.”

Cris, não precisa nem agradecer, nem pedi autorização pra voltar, as portas estão aqui abertas e nós é que agradecemos por você abrir as portas da sua casa para nós!

Nunca mais tinha parecido visitinha por aqui não foi?
Mas essa visitinha veio fazer tudo que a gente gosta: Decorar, Reutilizar, Economizar e ainda com PAP apimentado e bem legal!
Eu pretendia apresentá-lo, mas ele já o fez muito bem, então vou ser uma anfitriã educadinha e menos tagarela e vou deixar que ele mesmo nos conte tudo!

“Olá pessoas queridas que como eu adoram o blog da EVA ! Digamos todos juntos : QUE BLOG INCRÍVEL ! Justamente por isso que fiquei muuuito feliz quando ela me convidou para fazer um post por aqui … aliás blogs assim são lidos por pessoas à altura não ? Para quem não me conhece , sou Allison French , um artista plastico de 20 anos que esta lutando para decorar uma casa inexistente até o momento, e fazendo isto tudo com muito carinho , decicação, criatividade e o melhor : CUSTO BAIXO ! Preparei para o post aqui, um mosaico feito com papel reutilizado . Isto mesmo ! Sabe aquelas cartelas de cores das marcas de tintas ? Eu tinha uma completa e sempre soube que usaria para alguma coisa, e depois de inicar com meu blog as ideias foram aparecendo e o pessoal tem gostado bastante ! Vamos ao PAP ?



01. Separei as cores que iria utilizar … Neste caso o verde , vermelho ( de uma pimenta ) e tons de cinza para o fundo ;
02. Recortei todas as cores em tirinhas , naã uniforme … Acho que assim fica mais artesanal .
03. Depois as tirinhas foram recortadas virando quadrados e eu deixei tudo separado;
04. Em um pedaço de papel CANSON , desenhei uma pimenta grande e comecei a colar cada quadradinho com o auxílio de um pincel .
05. Para fazer mosaicos assim, é importante você começar sempre do centro , assim não tem risco de dar errado.
06. Após cada cor colada, passei cola por cima e deixei secar por 2 dias até que a cola ficasse toda transparente ;
07. A dica final, porém não menos importante, é depois de finalizado e seco o trabalho você passar um ferro bem quente de passar roupas nas costas do mosaico . Isto fará com que o papel inicial volte a ser retinho e o melhor de tudo : Ele se molda aos pedacinhos do maico parecendo o ‘rejunte’ usado nos mosaicos de vidro .

Como vocês poderão observar na foto, a parte do fundo eu não deixei todas as partes com a cor para frente , e algumas deixei as informações da parte de traz aparecendo para ficar diferente. Tendo o mosaico pronto, você pode utilizar em qualquer coisa e no meu caso será um quadrinho para minha cozinha. Se for utilizar em outros materiais , lembre-se de passar um verniz para proteção .

E aí, gostaram ? Esta e muitas outras artes vocês podem conferir no meu blog e quem quiser alguma dica é só falar !

Beijos, ALL!”


Digam, digam! Não é super simples e super legal!
Gostaram do All de suas peripécias? tem mais um monte lá no blog dele, vai lá e revira tudinho tudinho que ele deixa, mas como diria a Dona Margaret, antes deixa um recadinho aí porque eu e All vamos ficar bem felizes!!!

All – Muito, muito obrigada pelas palavras super fofas do início do post e mais obrigada ainda por partilhar um pouquinho das suas artes aqui com a gente! Volta sempre que quiser que as portas estão sempre abertas!!

E hoje to aqui, no reino encantado cheio de peripécias… Convidade especial de Dona Eva Caroline.
Eva sempre me disse que sou invejosa…. que maldade….rs
Só porque tudo que ela faz eu digo que tambem quero fazer, e as vezes até faço.
Um dia ela pintou uma arvore na sala e eu fiquei daqui pensando: Quero uma arvore pintada também…
Acontece que na minha casa quase não tenho paredes vazias, mas essa semana dando uma volta, o que vejo? paredes vazias….
Quem me acompanha no blog sabe o quanto falo disto. Falta de paredes…
Mas…enfim….achei essa paredinha ai na entrada da cozinha. (com direito as vassouras encostadas, mas é cozinha ne gente?
Enfim pude concretizar minha inveja, ops..meu sonho… e tambem pintar uma arvore na minha casa e chamar de minha… (porque Dona Eva nunca me da nada que eu peço e imploro… ) e com certeza não arrancaria a parede dela se eu pedisse. Fato.
E eu queria que fosse quase tudo igual e ja que ela tinha uma gaiolinha pendurada do lado eu tambem pendurei gaiolinhas do lado… Invejei e invejei….la la la   la la la (musiquinha de pirraça)

Não ficaram cute cute as gaiolinhas penduradas na arvore? Uma gaiolinha foi da inveja e a outra foi pra ter duas gaiolinhas ao invés de uma.  Estão vendo aquele negocio irregular do lado? Ja vou falar dele.
Coloquei quadrinhos tambem pendurados… Não servem pra nada, mas quando eu invejo eu procuro fazer qualquer coisinha diferente….rs..
O quadrinho é uma verdadeira obra natural… Tinha um retangulo de arame guardado que eu tinha certeza que um dia iria ser útil para alguma coisa (sim..pra quem não me conhece eu guardo tudo, tudinho…)
Fui no mato catar uns gravetos, (até pisei em merda de cachorro no meio do mato…eca….) peguei eles, entrelaçei e me senti uma verdadeira artista em pleno momento de criação de uma obra de arte.
Ia ate pintar mas achei tão natural deixar ele natural que ficou natural mesmo.
Ahhh…xo falar pra encerrar: Eva pediu pra eu fazer um post no blog dela e eu perguntei:
- Posso ser gaiatinha?
Ela: – Seja você mesma.
Eu: – Entao Ser eu mesma = gaiatinha.
Ahhhh (de novo) comentem muito pra meu post dar ibope senão nunca mais serei blogueira convidada. ( o titulo do post foi de minha autoria….modesta eu…)
Beijos
Ahhhh (amo escrever ahhhh) xó fazer um jabá básico: Depois me visita? http://www.margaretss.com.br/

Vocês conseguiram fazer alguma ligação entre as últimas postagem?

Querem saber no que tudo isso deu?
Corre aqui que Ana Medeiros mostra tudinho pra você no “A casa que a minha Vó queria“! CORRE!

… o que é bom a gente guarda lá!
Demorou pra ter nova indicação, não por falta de blogs bons, por falta de tempo deste ser aqui!
Mas a seção voltou com uma indicação pra quem tem filhos ou curte o universo infantil: o blog “Minha Caixinha de Ideias” feito pelas pequenas mãos de Isadora, carregado de pureza e magia! Tá no comecinho, mas a dona vai se esforçar pra agitar por lá!
Será um blog cheio de dicas sobre coisas bacanas para os pequenos!

Espero que gostem!

………………………………………………………………………………

O blog “Achados de Decoração” é escrito pela Carmen Martins, que é consultora de estilo, apaixonada (obcecada como a própria descreve) por cores e absolutamente viciada em internet.

Ela conta que possui uma coleção de mais de 300 revistas sobre decoração e mais “algumas” sobre moda, prova de que é totalmente viciada em tudo o que é visual.

Começou a escrever o blog “Achados de decoração” motivada justamente pela sua paixão compulsiva por tudo o que é bonito de se ver. Carmen já escrevia sobre moda e percebeu que também gostaria de falar sobre como “vestir” nossas casas, afinal estilo é algo que a gente imprime em tudo: nas roupas e no nosso Lar Doce Lar também.

No blog, ela nos mostra ideias de decoração, como ela diz:

“…para gente como a gente, casas de verdade, soluções e idéias que cabem no apê e no bolso. Eu [...] não posso ver uma latinha de tinta, que já vou pensando em mudar a cor das paredes”

Eu descobri a Carmen e nunca mais larguei, tem imagens e dicas pra gente se deliciar e se inspirar por meses, com opções pra todo tipo de gosto e com todas as cores possíveis e imaginárias.

Carmen nos deixa um recadinho, leiam e corram pra !

“Primeiro, eu quero agradecer à Eva por me presentear com esta oportunidade. Depois, eu gostaria de dizer que, fazer o “Achados de Decoração” tem sido inacreditavelmente bom. Já conheci tantas pessoas, gente que nem mesmo encontrei ainda, mas que temos tanto carinho recíproco, que isso tem me deixado muito, muito feliz. Dá o maior trabalho – toda blogueira sabe disso, mas vale muito a pena!!!! Beijos no coração de todos e….acompanhem os próximos capítulos…ooops…posts hehehe”

© 2014 asperipeciasdeeva.com.br Suffusion theme by Sayontan Sinha