O post de hoje quase não sai, mas estou aqui firme e forte!
Hoje eu vou mostrar um antes e depois que demorei no máximo 1 hora pra fazer (pode ter sido menos… não contei o tempo)

Mas antes eu queria falar umas coisinha pra vocês.
Eu já falei e vocês devem ter percebido que não sou muito ligada em decor “certinha”, dessas feitas de móveis planejados e moduláveis e com cada detalhe perfeitamente colocado (e só pra reafirmar e não ofender ninguém, esse é o meu gosto e ele não desmerece o de ninguém tá?).  Repito que a minha casa é o meu mundo e tem que estar cercadas de coisas bonitas pra mim e para quem nela vive, no meu caso, minha família! Coisas que falam de e para nós.

E pra mim o fundamental para que isso aconteça é que as coisas sejam feitas por mim… por nós! E por isso que a maioria das coisas que mostro aqui tem dedo meu.

Eu acredito e pratico o fazer, o ressignificar, o transformar. Mudo tudo o tempo todo, e fico inquieta quando um cômodo ou um pedacinho da casa não “fala” coisas boa pra mim (o caso atual do meu quarto e da minha cozinha…humpft)!

Tudo isso porque tenho recebido recadinhos das pessoas dizendo que não se acham criativas, que queria fazer coisas assim e assado!

E eu acho que todo mundo tem potencial, a criatividade é algo que tem que ser cultivada, estimulada, mas algo que também depende de ação, de testar, de colocar a mão na massa e fazer “merda” e errar e aprender que assim não dá certo, mas do outro modo dá!
E eu acho, aliás, eu tenho certeza que decorar, se vestir, criar, fotografar… está muito mais ligado à maneira como você enxerga as coisas do que com os recursos que você tem!
Olhar com calma, analisar o potencial de cada coisa, se essa coisa realmente só serve para isso, ou se poderia servir “praquilooutro”. Isso realmente precisa ir pro lixo? Isso realmente precisa ser guardado?
Eu não gosto dessa cor de maneira nenhuma? E essa que eu tanto amo, vai ficar legal nesse espaço?

Então gente, esse post fala desse enxergar além!

Mas agora vamos pro que interessa!

Nós preparamos uns adesivos em vinil pra enviar para os cliente da La Pomme junto com seus pedidos! Acontece que no início do ano nós reformulamos toda a identidade visual da loja os adesivos ficaram aqui guardados, por que eu não sabia (ainda) qual destino dar a eles, mas também sabia que pro lixo eles não iriam!

Eu também tinha uma paredinha que sempre ficava olhando pra ela e achando que ela precisa de um adereço. Inicialmente ia fazer uns desenhos com tinta e pincel, só traço mesmo, em preto…

Mas um dia, eu olhei pra paredinha e olhei pros adesivos e PLIM! Olha no que deu!

Tem papelzinho ainda no chão ó! Eu fiquei tão feliz com o resultado e achei tão fofa Nina deitadinha ali que corri pra fazer a foto!

E eu só precisei de espátula e fita crepe. A propósito você tem fita crepe em casa? Se não, corre pra compra que ela é melhor que Bombril e tem 1002 utilidades e vai rolar post aqui sobre isso :D

Delimitei a area que eu queria com a fita crepe!

Tiro a proteção do vinil, passo a espátula…

Removo com cuidado o outro plástico (chamado de máscara) e pronto, uma maçãzinha colada! Repito isso um tanto de vezes com ajuda da filhota! E tenho uma parede fofa!

E ainda vai rolar aqui o antes e depois da mesinha azul…!

Beijo, beijo, que tá tarde e eu ainda preciso ir alí dar uns cheiros no maridinho!

Finalmente hoje eu fecho os posts sobre o quarto de Isadoricas!

Pra mim foi muito simbólico prepará-lo. E foi, porque depois de alguns meses sem fazer absolutamente nada pra minha casa, ele foi o meu retorno, o reiniciar a cuidar da minha casa e deixá-la de maneira que eu me sinta bem de estar nela, de olhar em volta!
E isso pra mim é muito mais que decorar a casa. É terapia, me renova, me faz bem, me traz um cansaço que me deixa leve, mexe nas energias e deixa tudo mais gostoso de viver naquele espaço.
E tava me fazendo um falta danada, cortar, lixar, pintar, montar, colar…. Ai como tava!

O coitado tava desse jeito

Eu pedi ajuda aos universitários e uma mocinha que mora no meu coração ficou aqui (pelo msn) me ajudando com as inspirações (porque acho que eu tava enferrujada e não tinha nenhuma). Dany… tu é uma fofa! Companheira de tardes e  madrugadas, me mandou e me deu várias ideias!

Eu mostrei pra ela o quarto como tava e “iscrivinhei” como queria que ficasse!
Então? Vamos ver como ficou?

Algumas coisas ficaram como no projetinho, outras mudaram ao longo do caminho, mas ficou tudo como precisava ficar!
Ainda tem duas frescurinhas que não tinha mostrado aqui:

Esse móbile/pendene/penduricalho feito com chaveirinhos de cubo mágico que sobraram do aniversário de Isadora

e a luminária que tava velhinha e eu forrei com papel adesivo laminado igualzinho ao DVD portátil

quarto isadora1-13


quarto isadora1-12

Pra vocês não deixar vocês desorientados
Preparação da estante aqui

PAP do suporte com revistas aqui

Paredinha colrida pra rabiscar com giz aqui

POst com o mural de recados aqui

Como customizar cadeira aqui

……….

P.S. Meu dilema agora é o meu quarto que eu detesto….
Me acode  Dany!!!

Tá chegando no fim os posts do projetinho do quarto de Isadoricas!

Deixei pro fim o que foi o pontapé do projeto: A estante!!
Dentre tantas coisinhas que eu sou apaixonada (cadernos, caixas, coisas penduradas…), estantes e prateleiras encabeçam a lista! Não tem um só cômodo na casa que não tenha uma, nem que seja pequenininha.

Eu acho elas charmosas, versárteis e normalmente são bem economicas!

Tem um suporte de prateleiras que eu acho bárbaro, prático e super flexível: O suporte com trilhos. O Paulo Neves mostrou como ele montou a dele! Ficou super bacana vai lá ver!

A da minha Gatinha ficou assim:

Dá pra comprar tudo prontinho, chegar em casa e só furar a parede e colocar!
Mas no meu caso eu tinha uns pedaços de MDF aqui e não precisei comprar. Só precisei cortar, lixar e pintar:

Pra preparar as prateleleiras:

- Tábuas de MDF
- Serra tico-tico
- lixa
- Trena
- Tinta Spray
Medi o espaço que tinha disponível no quarto.
Medi o MDF, risquei e cortei.


Lixei os cantos e bordas das prateleiras.

Pintei uma de cada cor usando tinta spray.

Pra instalar as prateleiras

- Trena
- Furadeira
- Broca
- Esse trequinho amarelo da foto que você coloca na frente da furadeira pra não fazer sujeira com o pó.
- Parfuso e bucha
- ah! e uma chave de fenda :D

Medi e marquei na parede o local para colocação dos trilhos.
Furei, coloquei as buchas, fixei os trilhos com parafuso.
Coloquei o suporte (mão francesa… não sei bem o nome)
Coloquei as prateleiras em cima e acabou!
Depois foi só se divertir vendo o que ia ficar em cada prateleira :D


e finalmente fazendo um mocinha feliz!

Antes  ——————————————————–> Depois

E você? gosta de prateleiras? conta aí pra mim conta :D  

… pra mim?!

Oi seus lindos e lindas!! Vamos combinar uma coisa? Vamos ter uma semana linda e produtiva? Vamos?
Então combinado!!

E pra começar nesse climinha de coisa boa, mostrar pra vocês uma coisinha que chegou aqui faz um tempinho e me fez sorrir de orelha a orelha.

Quando a queridinha da Paty (Dona Amélia) me mostrou suas aventuraas com feltro eu simplesmente pirei nesse modelinho aí!!!
Pedi pra ela fazer 3 (Eu,Eder e Dorica)! Escolhi as cores, o tamanho e fiquei esperando por eles!
Pretendia colocá-los no meu ateliê!
Como a gente se ilude né? Quando chegou Isadora logo se apossou deles e eu não tive coragem de bater pé firme e dizer: “Esses aí são meus!”

Fotografia: Eva Caroline

E então eles habitam a cama dela! E se você olhar direitinho já tão meio surradinhos de tanto que ela abraça, leva pra lá e pra cá!

Pedi 3 pequenos para fazer chaveiros, mas olha onde eles foram parar:

Não são fofos? Corre lá no blog da Moleca arteira que tem mais um monte de fofurices!!

Beijos pra vocês e boa semana :D

… para minha Doricas

Vocês lembram desse post AQUI que eu mostrei o presente que a Brasilazy me mandou?

Então eu não sabia, mas eles tem o mesmo puff delicioso e lindo pros pequenos e me mandou um pro quarto de Isadora!
Dona Isadora está numa fase verde, tudo tem que ser verde! Então ela escolheu o puff de que cor??

E aí está ele no cantinho de leitura dela!
Ela foi quem mais curtiu o puff só que nunca tinha vez no grande! Agora ela tem um só pra ela!

Gostou?
Olha mais no site deles porque esse aqui já tem dona: Brasilazy

Se ela gostou? O que você acha?

Fotografia: Eva Caroline

Beijos e queijos e vou avisando: se meu tempo e minha organização permitirem teremos post pra não acabar mais!!

Isso mesmo… é pra fazer em casa.

Nicho – Ele é bem coringa, pode andar pela sala, cozinha, quarto das crianças ou do casa. É o mais fácil de todos de fazer e pra deixá-lo ainda mais prático você pode colocar rodinhas. Esse tem 40 x 40 x 40, mas pode ser feito no tamanho que sua necessidade pedir (tamanhos maiores que esse pedem apenas MDF/madeira mais grossas).
Não tem passo a passo dele no blog, mas é só seguir os passos da prateleira (próximo móvel)  deixando de colocar as divisórias internas.

Essa prateleira é bem simples e se encaixa quase todo tipo de decor e ambiente, porque ela é reta e simétrica, só trocando cor e adereços você obtem visuais bem diversos. A minha já foi expositora das minhas canecas na cozinha, já esteve no escritório de casa e agora tá no atelier da La Pomme
O passo a passo ta aqui.

Pra quem tem problemas com espaço (ou não) esse é maravilhoso, resolve vários questões sem ocupar muito espaço e ainda tem um desenho diferente.
Nele você consegue organizar os controles de tv e dvd, apoiar o celular, pequenas miudezas que sempre “retiramos” de nós antes de dormir (brincos, aneis, relógios, prendedores de cabelo…etc), colocar livros e revistas que estamos lendo ou o notebook e ainda sobra espaço pro copo de água e um despertador.
PAP aqui

E por ultimo uma que na verdade é construida a partir de objetos da casa: uma prateleira de guarda-roupa + banqueta alta + pregos + tinta e mais nada!

Tem ela aqui

Eu adoro fazer meus própios móveis, pena não ter muito tempo sobrando para. Mas é delicioso!!
Ah! essa prateleira da útima foto tem nesses links abaixo
http://evinhaeva.blogspot.com/2008/05/mil-coisas-em-u-post-s.html
http://evinhaeva.blogspot.com/2008/05/prateleira-parte-ii.html
http://evinhaeva.blogspot.com/2008/05/prateleira-parte-iii.html

… colorido!!
.

Continuando a missão de dar (ou melhor, devolver) a Dorinha um cantinho que ela sinta que é dela!
Peguei uma quadro de metal que andava meio sem função e forrei com tres folhas de papel colorset, simples assim!

Olha aí!


Olha só! eu consigo fazer um mini post!

… para Doricas!
.

Enquanto nada relacionado à nossa moradia se define, vamos nos virando por aqui mesmo, nesse quartinho apertadinho… rs
Dia desses A minha gata reclamou que não tinha onde fazer a tarefa porque peguei a mesa de estudo dela (é aquela branca que pintei) pra acomodar uma máquina. Tá! tudo bem que nunca vi dona mocinha sentada comportadamente numa mesa fazendo sua lição, ela usa todos os lugares: chão do quarto, minha cama, cama dela, mesa da cozinha, chão do terraço, cadeira, banco. Tudo menos a mesa de estudos. Acontece que percebi que essa reclamação foi mais uma necessidade dela de sentir que tem um canto só dela. Serviu pra me dar um “saculejo”, tipo: Mãe, você optou por isso? que culpa eu tenho?
E parti pra tentar deixar o espacinho da baixinha, mais habitável e menos caótico.
Iamos comprar um quarto completo pra ela, porque não tá sobrando tempo pra fazer minhas invenções, mas pensamos bem e vimos que era bobagem, uma vez que tem muita coisa por se definir.
Então tive que arrumar o tal tempo (a gente sempre arruma né?).
Saí andando pelos cômodos da casa, em busca de materia prima…
Catei um banco alto par usar como pé. Mas e o tampo da mesa?
Até que em meio ao monte de entulho que estava prestes a ir pro lixo eu achei um quadrado de MDF.
Pronto a fome e a vontade de comer.
- Pintei o banco e o tampo de branco (como pintar móveis aqui)
- Prendi o tampo no banco com 3 pregos e não centralizei o banco, prendi deslocado, assim ela não vai ficar batendo o joelho quando sentar.
- Forrei o tampo com tecido. Para colar usei cola branca Cascorez rótulo azul
- Depois de seco impermeabilizei com tinta spray, assim fica fácil de limpar e não acumula poeira.
- Preguei uma tábua (já pintada) na trava do banco e serviu como prateleira para guardar os gibis dela

Minha gata ficou feliz, com a mesa e com a arrumada que dei no quarto dela!
É uma mesa pequena, mas atendeu super bem.

Banco e gaiolinha de passarinho- Tok & Stok
Almofada, prateleira, porta-revista e porta treco – Feitos em casa
Abajur – La Pomme
Globo inflável – Atacadão do presentes.
E aí, dá pra fazer fácil fácil né?

Como sempre antes do post tem histórinha né?
Dia desses recebo um e-mail com um release para um publieditorial.
Ah! eu não criei o blog com nenhum proposito comercial, criei e o mantenho simplemente porque gosto!
Mas também não é por isso que, vou simplesmente, nem saber do que se trata não é? E se for algo bacana porque não divulgar?
Como não conhecia o produto, fiz a seguinte contraproposta: Receber um produto, conhecê-lo e se achasse bacana faria meu próprio post e não simplesmente copiaria e colaria o texto que eles me enviaram, porque respeito e muito os meu leitores e não ia postar simplesmente pra postar né?
O Pessoal topou (pra mim, daí já era sinal de que o produto era bom mesmo, não tinha receio do que ofereciam).
Fiquei na dúvida se iriam enviar mesmo.
Mas enviaram, chegou rápido e adorei.
Vamo logo né gente, falar o que é:
Um pufe… Eva, como assim um pufe?
E eu respodo que é muito mais que um simples pufe, ele é gigante! O nome é Brasillazy Louge Pufe

Agora como  como prometido pro pessoal da Brasilazy eu falarei o que achei!
Todo mundo aqui em casa adorou, principalmente Isadora e por isso ela foi escolhida pra ser a nossa “modelo” rs (rolou atá seção pula e desliza – no fim mostro um minúsculo stopmotion).
Porque ele é realmente é grande como aparenta as fotos no site (não é truque de fotografia), ele aberto coube eu e Eder.
É relamente confortável e relaxante como é divulgado. É versátil, dá pra usar fora e dentro de casa. Dá pra deitar, sentar.
O que marido gostou e comentou é que ele relamente acomoda o corpo, você não fica escorregamdo nele.
O material é bem resistente!
Até agora só encontrei duas coisas das quais não gostei:
- A variedade de cores, foi difícil escolher qual eu queria, são 13 e pra nós que amamos cores… rs
- E ter que ficar disputando quem vai sentar nele!
Montei no estúdio um ambiente relax pra mostrar pra vocês e fiz umas fotos no meu jardim que ainda não tá todo prontinho!

Gostaram? Terminei as fotos e desejei ter um espacinho em casa pra levar tudo isso pra lá, sentar e ouvir música até não querer mais!
E como prometi que faria listinha de onde encontrar tudo:
Pufe: Brasilazy
Xícaras: La Pomme
Jarra: Supermercado
Bandeja: Tok&Stok
Pufe de taboa (que serviu como mesa lateral): Mercado São José – Recife/PE
Bonsai: Presente do jardineiro
Tapetinho de fuxico: Gravatá/PE
Polaroid: Herança dos antigos moradores da minha casa

Sabe outra coisa que gostei, que ele é produzido aqui no Brasil e melhor, aqui no Nordeste, em fortaleza/CE!
Agora com ele embaixo de uma goiabeira, preparado pra gente se jogar e curtir os passarinhos cantando (juro que foi exatamente o que eu fiz quando terminei as fotos, deitei e fiquei lá só curtindo!):

Cestinho de palha: Supermercado
Bandeja: Gravatá/PE
Toalhinha xadrez: Supermercado
Cestinha com alça: Surrupiei da mama (segredo não contem pra ela)
E na cestinha tem goiabas colhidas aqui no pé. DELÍCIA!

Bom, então é isso pessoal, quem quiser ver mais sobre o pufe tem no site deles todas as informações e outros produtinhos também!
Boa semana pra todos!

A moça que irá fazer o post de hoje é a Cristiane Iannacconi - Mestre em Design e Bacharel em Comunicação Visual – Desenho Industrial pela PUC-Rio. Ela é redatora do blog Empório Eco.Sustentável CICLICCA. Quando conheci o blog fiquei super encantada, pois a Cris mescla em seu blog design e sustentabilidade (e pelo que entendi, no seu trabalho também). Não hesite e a convidei pra postar aqui né? tuuuudo a ver com o “Peripécias”.
Ms já sabem né, tenho que me policiar nas apresentações se não falo mais que os convidados.
Fala aí Cris!


“Decorar é uma delícia. Desde que casei e comecei a decorar a minha própria casa penso em soluções sustentáveis e emocionais. Hoje ela é recheada de lembranças.

Para dar conta de realizar todos os papeis femininos possíveis (esposa, mãe, profissional, amante, cozinheira de mão cheia, etc.) é preciso uma casa funcional e organizada. A partir daí, basta rechear o “bolo” com bastante emoção, diversão, romance, lembranças.

Tirando os objetos funcionais, para decorar mesmo não compro quase nada. Uso móveis que foram da família e outras coisinhas que acumulamos (e como acumulamos) ao longo de nossas vidas. Alem do mais, esses objetos estão carregados de lembranças. E são essas lembranças que imprimimos nos objetos cotidianos que os fazem tão especiais. Cada um deles conta a nossa história.


Meu marido, por exemplo, guarda a maior parte dos seus brinquedos de infância. Também tenho alguns. Muitos estão expostos na sala, nos quartos e até no lavabo. Tornam a decoração bem mais lúdica e divertida. Sem contar com os brinquedos que o meu pequeno (que tem apenas 2 anos) espalha por aqui brincando.

Muito cor de rosa, flores e borboletas criam um clima de conto de fadas romântico. As borboletas coladas na parede do quarto de casal tinham sido usadas na decoração da nossa festa de casamento com contas de cristal Swarovski. Na época, eu imprimi e recortei 500 com ajuda da minha avó. Depois da festa não podia jogar fora algo carregado com tanta energia boa.


Na cozinha, as bruxinhas que ganhei quando ainda namorava meu marido me inspiram. Um pedaço de tubo cortado que não servia mais para pendurar cortina na casa da minha avó virou porta panelas. Como designer também gosto muito de subverter o uso dos objetos e dar novos usos a material reaproveitável. Praticamente não uso o aspirador de pó. Prefiro a vassoura: varro mentalizando que estou tirando as energias negativas, além de não gastar energia elétrica.


Economizar energia e água é lei. Todas as lâmpadas aqui são fluorescentes, mas também gostamos de criar um clima com iluminação indireta e à luz de velas sempre que possível.


Sempre amei os contos de fadas e esse tema lúdico tem sido o tema perfeito para produzir a minha casa. Minha dica é focar em energias positivas: alegria, família, romance, criatividade, saúde, respeito, sustentabilidade, reaproveitamento, economia, consumo consciente, amor… Bom, a história aqui de casa é mais ou menos essa. E se a Eva e você gostaram volto para contar mais, porque eu gostei muito de poder participar de um blog tão legal. Obrigada pelo convite, Eva.”

Cris, não precisa nem agradecer, nem pedi autorização pra voltar, as portas estão aqui abertas e nós é que agradecemos por você abrir as portas da sua casa para nós!
© 2014 asperipeciasdeeva.com.br Suffusion theme by Sayontan Sinha