POSTADO ORIGINALMENTE EM 27.04.2012 NO BLOG DA LA POMME


Olha eu aqui com minhas peripécias novamente! :D
Eu sou fascinada por algumas coisas (caixas, latas, cadernos…) e mural para foto / lembranças / recados é uma delas!
Adoro!
Mas raramente compro um, eu gosto mesmo é de fazer! E é super simples.
Se não quiser, não precisa nem de moldura, é só escolher um tecido lindo e forrar uma placa de isopor!
Mas dessa vez fiz utilizando uma moldura velha.

Pra fazer com moldura não é difícil também!
1 – medir a área interna da moldura;
2 – cortar o isopor com essas medidas;
3 – antes de forrar conferir se o isopor cabe na moldura sem sobrar ou faltar;
4 – forrar o isopor com o tecido e prender com alfinete ou cola para isopor (eu gosto de usar alfinete porque depois posso trocar o tecido sem danificar nem o tecido nem o isopor);
5 – encaixar o isopor já forrado na moldura.
Pronto!
* Se quiser dar um acabamento é só cortar um papel no tamanho da moldura e colar na parte de trás.
Eu já fiz outros projetos assim aquiaquiaqui!

Se empolgou pra fazer no feriadão?!
Me conta se fizer tá?
Um feriadão bem legal pra vocês!
________________
Este post faz parte da #sextacriativa

Na época que fiquei sem postar aqui fiz uma série de posts no blog da La Pomme, o que você acham de trazê-los pra cá como fiz com esse?

Uma beijoca pra vocês!

A parede da cabeceira do meu quarto tava tão, mas tão sem graça e eu queria alegrá-la em 5 minutos!
Tive mil e ideia e todas levariam pelo menos horas… outras até dias. Mas eu queria algo instantâneo igual a leite em pó! rs

E aí que eu lembrei que tinha papeis coloridos no ateliê, cortados em tamanho bacana pra fazer minha parede ficar colorida assim PÁ PUM!

Eu não usei nadica pra medir.
Simplesmente fui colando com fita crepe!
Minha mãe me perguntou porque não usei fita dupla face pra não ficar a fita aparecendo. E o motivo é bem simples… não pretendia ter nada certinho mesmo não, só queria uma parede menos feinha e alegre! Sem contar que fita crepe quando eu enjoar eu tiro e pronto!

_________________
Aproveitei pra resgatar essa mesinha linda do estúdio aqui pro meu quarto!

Oi pessoas!

Hoje tem um diquinha muito simples que eu fiz aqui e amei!
No blog da Thalita –  Casa de Colorir – tem uma seção chamada INSPIRAÇÃO PÉ NO CHÃO!
Aliás o blog todo da Thalita é bem pé no chão com uma ideia bem próxima das propostas que coloco aqui no peripécias! Vale muito a pena ir lá conhecer (se é que vocês já não conhecem!)

Sabe aquela mesa de ferro velha, que tá encostada, prestes a ir pro lixo??

Que tal uma lixadinha + tinta spray?

Um peça nova, divertida, original e alegre!

Eu usei a minha pra expor produtinhos téxteis aqui no ateliê!

Mas imagina como aparador, como mesa auxiliar na cozinha ou como penteadeira com um espelhão bem bonito!
Acho que deve ficar bem legal também!

E então gostaram?

beijoquitas e boa semana!

Já mudei do quarto pra cozinha… O blog anda meio temático né?

E daí que na cozinha eu enfrento um problema: MARIDO!
Porque homem não consegue tirar uma coisa do lugar e recolocar lá de volta? Porque?
Tá, tudo bem! Nem vou reclamar muito do meu porque ele não é muito bagunceiro não (cof cof)
Mas ama um café e tooooodas, absolutamente todas as vezes que vai fazer seu cafezinho diário deixa o potinho do bendito e o potinho da açúcar em cima da mesa.
Daí que resolvi que ia facilitar a vida dele (e a minha)
Fiz uma bandejica, fofa pra ficar do ladinho do microondas (onde ele esquenta a água pra preparar um cafezinho rápido com solúvel)

Mas sabe que tô pensandop seriamente se ela vai ficar lá mesmo… Por que diz se não é uma luxo servir assim:

Gostou? Quer aprender a fazer com um passo a passo lindo! Aqui ó!

Beijoca da @evinhac!

Pra tranformar um abajur sem graça, num abajur mais charmosinho você precisa de uns minutinhos e:

Tecido bonitinho
Cúpula
Tinta Spray
E a base do abajur (não tirei foto…não briga tá?)

E aí não tem segredo:
Tinta spray (se precisar) na base.
Tecido forrando a cúpula, que você forra como for mais fácil pra você, costurando na medina certinha e vestindo a cúpula, colando com cola quente, com fita dupla face, usa a imaginação!

O meu tecidinho eu escolhi assim:
Fui comprar uma colcha pra minha cama: e vi um tecidinho lindo com uma estampa bem suave, era uma mini toalha de mesa (quase um guardanapo). O preço tava bonzinho e eu coprei dois não sabia muito bem pra que, só sabia que tinha achado lindo e que com certeza teria serventia.

Aí eu tava atrás do tecido perfeito pra uma luminária nova quando me dei conta que no contraluz a estampa saltava. BINGO!

Aqui tem mais trocentas ideias legais!

beijo e clica aí no botãozinho de curtir vai :D

Aqui, antes de responder esta pergunta, eu sempre penso na pontencialidade do suposto lixo. Antes (quando eu tinha mais espaço) eu guardava tuuuuuuuuuudo! Hoje eu só guardo se tiver certeza que usarei, afinal espaço aqui tá sempre em falta!

E aqui no ateliê usamos muito fita para empacotamento e sempre que uma acaba eu pego o rolinho de papelão e guardo porque sabia que um dia inventaria algo com ele! E o dia chegou!

Bem fácil de fazer
Corte tiras de tecido e cole com cola branca ou cola quente, enrolando o tecido no rolo!
Depois é só amarrar um no outro com fita de cetim e pendurar onde quiser :D

Facinho né? e barato! Nem sei quanto eu gastei porque tinha tudo em casa.

Essa cortininha serviu para “separar” os ambientes. É como se fosse o limite entre um e outro!

Beijoquitas pra vocês! E ó: muito feliz e emocionada com cada comentário que chega!

Sabe aquele quadro que você ta enjoada dele, mas por outro lado não quer estragá-lo?

É só forrar ele com tecido, prendendo o tecido só no fundo da moldura com tachinhas/percevejos ou com grampeador de estofador!
Dá pra fazer também com telas para pintura! É outra maneira de sempre renovar sem gastar muito. Toda vez que enjoar, é só trocar o tecido.

Eu fiz isso aqui no ateliê em dois lugares.

No post passado falei sobre as fotos que fiz pra ilustrar frases inspiradoras da Cissa!
Imprimi todas em tecido e escolhi as 3 prediletas pra colocar na parede!

E aqui duas telas forradas com tecido de bolinhas que já foram cabeceira da minha cama e que agora vestem as paredes do ateliê :D

Bem facinho eu consegui dar um ar fofinho!!! tudo inho inho inho! rs

Beijoca e que maio chegue cheio de boas energias :D

O post de hoje quase não sai, mas estou aqui firme e forte!
Hoje eu vou mostrar um antes e depois que demorei no máximo 1 hora pra fazer (pode ter sido menos… não contei o tempo)

Mas antes eu queria falar umas coisinha pra vocês.
Eu já falei e vocês devem ter percebido que não sou muito ligada em decor “certinha”, dessas feitas de móveis planejados e moduláveis e com cada detalhe perfeitamente colocado (e só pra reafirmar e não ofender ninguém, esse é o meu gosto e ele não desmerece o de ninguém tá?).  Repito que a minha casa é o meu mundo e tem que estar cercadas de coisas bonitas pra mim e para quem nela vive, no meu caso, minha família! Coisas que falam de e para nós.

E pra mim o fundamental para que isso aconteça é que as coisas sejam feitas por mim… por nós! E por isso que a maioria das coisas que mostro aqui tem dedo meu.

Eu acredito e pratico o fazer, o ressignificar, o transformar. Mudo tudo o tempo todo, e fico inquieta quando um cômodo ou um pedacinho da casa não “fala” coisas boa pra mim (o caso atual do meu quarto e da minha cozinha…humpft)!

Tudo isso porque tenho recebido recadinhos das pessoas dizendo que não se acham criativas, que queria fazer coisas assim e assado!

E eu acho que todo mundo tem potencial, a criatividade é algo que tem que ser cultivada, estimulada, mas algo que também depende de ação, de testar, de colocar a mão na massa e fazer “merda” e errar e aprender que assim não dá certo, mas do outro modo dá!
E eu acho, aliás, eu tenho certeza que decorar, se vestir, criar, fotografar… está muito mais ligado à maneira como você enxerga as coisas do que com os recursos que você tem!
Olhar com calma, analisar o potencial de cada coisa, se essa coisa realmente só serve para isso, ou se poderia servir “praquilooutro”. Isso realmente precisa ir pro lixo? Isso realmente precisa ser guardado?
Eu não gosto dessa cor de maneira nenhuma? E essa que eu tanto amo, vai ficar legal nesse espaço?

Então gente, esse post fala desse enxergar além!

Mas agora vamos pro que interessa!

Nós preparamos uns adesivos em vinil pra enviar para os cliente da La Pomme junto com seus pedidos! Acontece que no início do ano nós reformulamos toda a identidade visual da loja os adesivos ficaram aqui guardados, por que eu não sabia (ainda) qual destino dar a eles, mas também sabia que pro lixo eles não iriam!

Eu também tinha uma paredinha que sempre ficava olhando pra ela e achando que ela precisa de um adereço. Inicialmente ia fazer uns desenhos com tinta e pincel, só traço mesmo, em preto…

Mas um dia, eu olhei pra paredinha e olhei pros adesivos e PLIM! Olha no que deu!

Tem papelzinho ainda no chão ó! Eu fiquei tão feliz com o resultado e achei tão fofa Nina deitadinha ali que corri pra fazer a foto!

E eu só precisei de espátula e fita crepe. A propósito você tem fita crepe em casa? Se não, corre pra compra que ela é melhor que Bombril e tem 1002 utilidades e vai rolar post aqui sobre isso :D

Delimitei a area que eu queria com a fita crepe!

Tiro a proteção do vinil, passo a espátula…

Removo com cuidado o outro plástico (chamado de máscara) e pronto, uma maçãzinha colada! Repito isso um tanto de vezes com ajuda da filhota! E tenho uma parede fofa!

E ainda vai rolar aqui o antes e depois da mesinha azul…!

Beijo, beijo, que tá tarde e eu ainda preciso ir alí dar uns cheiros no maridinho!

Tá, vamos combinar uma coisa: Eu de organizada não tenho nada! Mas vivo caçando soluções de organização.
E daí que tava eu no meio de uma mudança aqui no ateliê, tentando resolver o problema da era digital (OS FIOS) resolvi preparar me render aos vídeos e preparar um  pra vocês e mostrando como eu resolvi esse probleminha!

Ó mas não vale tirar sarro da minha voz tá??
Apaga a luz, pega a pipoca e vamos assistir! (menos Eva.. menos….)

E aí? Não é fácil de resolver?
Beijocas pra vocês!

Eu tinha essa gaiolinha aí de cima. Pretinha, linda, que amava de paixão e que a @margartess reclama que eu nem lembrei de comprar uma pra ela também.

Daí que eu digo e repito, na vida nada se perder tudo se transforma. Nada se cria tudo se copia…

E eu li esses dia no twitter a @margaretss dizendo: Pintei de rosa uma gaiola de verdade… (ou algo do tipo)

Nem fui atrás de saber se tinha ficado legal, corri e fui copiar ela!!!!

Agora eu e a @margartess temos gaiolinhas cor de rosa e ela não vai mais reclamar porque eu não comprei uma igual pra ela!!!

Olha a da minha mãe linda aí:

Vai lá ver onde ela colocou a dela!!!

Bom final de semana procês!

© 2014 asperipeciasdeeva.com.br Suffusion theme by Sayontan Sinha