20140302-010814.jpg

#doricafaz11
Minha filhota tá ficando mocinha! Olho pra ela e não acredito que tenho uma filha grandona assim. Não faz muito tempo, era eu quem tinha 11, sentada no “play” do prédio, sonhando com o dia que completaria 15.
Mas voltando ao assunto…
Esse ano pensamos em não comemorar o aniversário de Dora por questão de economia. Mas achei que seria super importante pra ela, já que estamos numa cidade nova e uma reunião de amigos em casa seria uma ótima oportunidade de estreitar laços.
Decidido! Doricas ia comemorar o aniversário com os amigos!
Ficou decidido fazer um simples lanche numa tarde de domingo e só. A diversão ficaria por conta da criançada!
Eu e Eder colocamos a mão na massa e não compramos nada pronto.

20140302-011836.jpg

20140302-011853.jpg

20140302-011930.jpg

Não fizemos nada demais
- brigadeiro
- beijinho
- pão caseiro
- patê de azeitona
- patê de alho
- sanduíche de sardinha
- sanduíche de queijo
- suco de maracujá
- self service de bolinho (explico em baixo)
O negócio ia ser tão simples, que nem decoração ia rolar. Maaaaaas quem disse que eu aguento?
Tinha umas sobras de papel colorido do ateliê que iam pra reciclagem e eu achei desperdício, então guarde. Era hora de usar!
Fiz dois tipos de tiras – argolas de papel e papel costurado. Pendurei no teto prendendo com fita adesiva de silicone.
Super simples, mas deu um colorido super legal!

20140302-013509.jpg

20140302-014106.jpg

O resto da mesa fui montando com coisas que tinha em casa!
A toalha da mesa é um pedaço de malha.
A suqueira é um filtro plástico.
O prato duplo para bolinhos é da Chá com Chita (Recife).
O baleiro eu já tinha e como todo mundo pergunta, comprei no atacadão dos presentes (Recife).

E a parte mais legal de todas: o bolo!
O bolo que não teve, Isadora não gosta de parabéns e por isso nunca cantamos e também não faz questão de bolo tradicional.
Então decidimos fazer bolinhos como no aniversário anterior e Isa sugeriu deixar a “molecada” fazer uma “melecada”: cada uma montava o seu seu com as coisas preferidas. Essa foi a melhor ideia! Foi um sucesso e a maior farra!
A receita do bolinho é do Pitadinha e super fácil!
As coberturas foram:
- brigadeiro de colher (branco e chocolate) – é só fazer o brigadeiro normal e no fim acrescentar a caixa de creme de leite.
- doce de leite
- confete
- coco ralado
- bolinhas crocantes
- castanha

20140302-015809.jpg

20140302-015834.jpg

20140302-015857.jpg

20140302-015919.jpg

Além do “comando de valer” que Eder faz e que já é tradição, as brincadeiras foram sendo sugeridas por elas no decorrer da tarde. Teve dança das cadeiras, gato mia, imagem e ação, pega-pega. Teve a hora da fofoca e segredinhos (da qual eu participei, claaaaaaaro)… E eu ganhei muitos abraços e o apelido de Diva!
Foi muito legal ver Dorinha tão feliz, querida pelos amigos…

20140302-021329.jpg

20140302-021048.jpg

20140302-021021.jpg

20140302-020943.jpg

20140302-021433.jpg

No fim do dia a casa tava toda suja, tinha chocolate espalhado por tudo quanto é canto, eu tava sem voz, sem pés, um caco! Mas o coração tava cheio de amor!
Dorica foi dormir radiante e eu que tava preocupada em fazer algo simples e divertido fui dormir feliz com a lição de que onde tem pessoas (principalmente crianças), coisas são descartáveis!

20140302-021708.jpg

20140302-021728.jpg

20140302-021757.jpg

*fotos de celular (eu amo instagram… Pra ver muita foto de cachorro e de comida é só seguir @evinhac)

Aniversário de 10 anos aqui
Aniversário de 8 anos aqui

Toda vez que resolvo comemorar o aniversário de Isadora, coloco a diversão em primeiro lugar. E tem que ser diversão compartilhada e  não cada um se divertindo sozinho, quero ver a meninada correndo de um lado pro outro, rindo junto, brincando junto!
No aniversário de 8 anos foi bem assim. Ela diz que até hoje os colegas comentam como foi legal!

Dessa vez não podia ser diferente, e o mote foi literalmente diversão.
Escolhemos essa palavra pra ser o ponto de partida e pra nortear a “montagem” da comemoração usamos o tema: “Jogos não eletrônicos.”

Preparar identidade visual pro aniversário de Isadora é fácil e desafiador ao mesmo tempo.
Isadora tem muita personalidade, sabe o que quer! Não gosta de rosa e suas variantes, nem de temas muito femininos. Usar algo que ela não goste e convencê-la que fica legal não é fácil. A gente “briga” mais que tudo até o layout sair!
O bom é que por conta dela saber muito bem do que gosta e do que não gosta o resultado fica sempre a “cara” dela.
A dose certa de fofura e descontração com esses mostrinhos divertidos e simpáticos!

Escolhi acoplar, no convite, um botton, dessa forma ficava mais interativo e as crianças poderiam usar no dia do aniversário! Serve inclusive pra festas que precisam de identificação (o que não foi o caso porque a comemoração foi em casa)
No convite gosto sempre de deixar claro que não é uma festa e sim uma momento de brincadeiras, para que as crianças estejam bem a vontade.


Isabela veio (foi…rs) pra participar, porque nunca teve a oportunidade de estar num aniversário de Dora.
Me ajudou com os preparativos todos e foi uma ajuda e tanto! Eu não faço muitas coisas, não faço decorações excessivas e mesmo assim é um trabalho e a ajuda dela foi fundamental. Sem contar que tê-la por perto é sempre bom!


Uma coisa que eu prezo quando comemoro o aniversário dela é a lembrança. Prefiro gastar com isso do que com uma mega decoração, cheia de balões e coisas que não vão perdurar. Então, além da sacolinha de doces (que não pode faltar, senão parece que não teve aniversário) sempre faço alguma coisa legal e, preferencialmente, útil. Para as sacolinhas eu apenas enchi quadradinhos de tecido com os doces e amarrei em cima com uma fita personalizada e pendurei uma tag de agradecimento. Já a lembrancinha, fiz um kit de jogos para viagem que  consiste numa sacolinha com 6 plaquinhas rígidas com material de lousa com jogo da velha, batalha naval, forca, pontinhos e lousa. Aproveitamos a parede para giz com a estante amarela pra arrumar as lembrancinhas e sacolinhas, além de potinhos de bolinha de sabão – atração para crianças entre 8 meses e 80 anos (você resiste a uma bolinha de sabão?). De um lado Isa escreveu com giz o nome de Dora com a tipografia que escolhemos e do outro lado Dora reproduziu os bichinhos.



Fotografia Dany, Danielle

Fotografia Dany, Danielle

Preparamos algumas “estações” de diversão:
Em uma parte do terraço coloquei “mesas” feitas com pneu (coloquei uma base de papelão em cima do pneu e embulhei com malha esticando bastante). Em cada mesa um jogo legal (Curral, UNO, soletrando e dominó de matemática).
Do outro lado usamos dois cavaletes e uma porta pintada de cinza para montar outra mesa. Nela, desenhamos com giz colorido tabuleiros de dama, as peças do jogo eram latinhas cheias de mini confete, quem comesse a peça do outro poderia comer o chocalate da latinha (tão simples e foi a sensação! Todo mundo queria jogar e comer chocolate). Sobre a mesa também tinha algumas pranchetas com folhinhas de batalha naval.
No jardim da frente colocamos uma mesinha baixa com desenhos para pintar e giz de cera para os menores.


Fotografia Dany, Danielle

Fotografia Dany, Danielle

Fotografia: Dany, Danielle

Fotografia: Dany, Danielle

O outro espaço desejado foi o quinta/jardim! Lá Eder sempre fazia uma brincaderia chamada “comando de valer” e depois, pra fechar com chave de ouro, banho de mangueira!
Não teve parabéns, porque Isadora não gosta, então escolhemos não fazer bolo. Fizemos muffins com cobertura de chocolate e beijinho que ficaram com carinha de cupcake enfeitados com topos coloridos. Isso facilitou o acesso das crianças que não precisaram esperar o parabéns pra comer, tudo sem protocolo nenhum.
Na mesa principal, arrumamos os bolinhos com ajuda de cestos de tamanhos diferentes pra criar níveis, docinhos variados (jujuba, confeito…) em saquinhos fechados com solapa, docinhos em forminhas coloridas e  latinhas com chocolate.
Na sala fizemos uma mesa com salgados, bolo de rolo e outros belisquetes, além de suco e água.
Não teve foto dessa vez, mas repetimos a suqueira feita com um filtro transparente como no aniversário de 8 anos, onde as crianças podiam se servir e um baleiro (esse tem foto) cheio de doces!


Quase todos os elementos utilizados estão disponíveis na La Pomme, é só clicar no banner pra conferir.
O filtro transparente para suco e o baleiro comprei no Atacadão dos Presentes (Recife)
Os docinhos, salgados e bolo de rolo foram da Casa dos Doces (Recife) (gosto do serviço deles. Tudo sempre fresquinho e gostoso com entrega no horário combinado)

E foi assim o niver de 10 anos da nossa monstrinha :) , que também foi uma espécie de despedida da #casapoço e dos amigos da escola!
Foi simples, foi em casa, foi divertido, foi do jeito que a gente ama, com pessoas queridas!

Tem mais fotos no blog da Dany!

;)

… e a papelaria

Isadora é uma menina meio… digamos… diferente.
Ela não gosta de rosa, não tem aversão, mas também não morre de amores. Ela é de fases com as cores, ultimamente está numa fase verde!

Mas a frase qua não sai da minha cabeça, foi quando Isa pediu pra perguntar a ela qual a cor predileta dela e ela respondeu: o arco-íris.

E foi nisso que focamos pra fazer as coisas do aniversário dela: CORES

Então joguei o tema pra Isa e deixei ela fazer o que faz melhor. Sentimos necessidade de um ícone pra amarrar e colocamos então o catavento!

o convite

o convite

plquinha

a caixinha dos doces e plaquinhas decorativas

embal

embla

embalagem para guloseimas

tag identificacao

cone para pipoca e plaquinhas de identificação

caixa

tag

tag e embalagem para lembrancinhas

O resultado ficou do jeitinho que pensamos :D

Fotos: Igor Matias, Eva Caroline
Design: Isabela Mascarenhas
Execução: La Pomme

… no quintal!!

Esse era clima que pretendia dar à comemoração dos 8 anos de Isadora!
Cansada de ver e ir em aniversários onde tudo parece ser mais importante do que o que o evento normalmente se destina: reunir, interagir, comemorar…

Pelo menos eu acho que é isso que deve acontecer em comemorações, principalmente de criança, mas parece que isso está se perdendo!
E, isso não é uma crítica, não estou julgando, estou apenas colocando a minha visão de mundo! O que para mim é importante!

O que eu queria mesmo era ver a criançada toda se esbaldando pelo nosso quintal/jardim!!

Agora, lógico que eu não podia deixar de pensar em ter um visual alegre, bonito e convidativo!

E claro que eu não poderia nunca, nunquinha deixar de compartilhar isso com vocês!

Mas teremos dividir em vários posts porque senão ficaria quilométrico!

Hoje eu vou mostrar o geralzão e depois vou fazendo um post pra falar de cada coisa!!!

mesa

Pra começar não tivemos um tema, o tema principal era as cores, depois utilizamos o cata vento só pra ter um símbolo!
Isa, que fez todo o design da festa e como sempre arrasou!!
Optamos por não usar bexigas e procuramos remover tudo que fosse excesso e gerasse lixo (mas isso é quase impossível num aniversário de criança!)

Tentei ao máximo reaproveitar  e fazer as coisas em casa. As únicas coisas que comprei foram os descartaveis e a comida!

Os descartáveis queria tudo de papel e madeira, mas gente! É difícil de encontrar, além de ser infinitas vezes mais caro. Com o valor de 10 copos de papel eu comprei 200 de plástico. Com dor no coração, masssss não tinha como ser diferente!
Consegui os pratinhos de papel(que nem foram usados) e os  garfinhos de madeira.

Tentei reduzir o consumo de descartáveis deixando disponíveis para os adultos, canecas de vidro com o tema da festa (não deu muito certo não, os descartáveis parecem um imã)

mesa

Pretendiamos ter um estilo “sirva-se” pra que as crianças ficassem à vontade pra pegar a própria bebida e a própria comida.

Então fiz essa mesa com suqueira (filtro de plástico transparente), bomboniere e muitos docinhos!!mesa

A suqueira fez sucesso com a criançada, mas eu sou tontinha e esqueci da água, principalmente numa “festa”de tarde e ao ar livre, então tive (meus anjos da guarda ajudantes) que ficar dando mil viagens até a cozinha para saciar a sede dos pimpolhos…

No primeiro minuto olha como estava o chão:

mesa

Tiveram muitos tropeços mas no fim foi legal!
As crianças se divertiram muuuuuuito e Isadora no fim do dia não cabia em si! Isso pra mim valeu eu terminar o dia sem voz, com os pés insuportavelmente doídos.
Nosso intuito foi alcançado!

Aguardem que teremos cenas dos próximos capítulos!!

Beijos



2009 – Eva Caroline
© 2014 asperipeciasdeeva.com.br Suffusion theme by Sayontan Sinha