antes de depois quarto infantil pequenoTem muita gente esperando as fotos do quarto de Dorica e ando tão sem tempo de fazer as coisas que esse quarto já teve umas 4 versões, mas só consegui me organizar pra fotografar e postar agora. Quem sabe depois eu não procuro outras fotos e faço um post com as outras versões, né?

Sábado passamos rapidamente por Recife e Dora pediu pra passar pelo Poço novamente, e nós fomos. Dorica chorou com saudade e todos ficamos meios saudosos. Não era uma saudade tristes, era saudade de um tempo vivido com felicidade. Acho que os 5 anos de Poço foi das épocas em que fomos mais felizes (Sem contar o período de Jampa) e não tem como não sentir um certo saudosismo.
Mas tem uma coisa que eu real,ente sinto falta: JANELAS GRANDES.
Anota aí Eder Jules: primeira reforma dessa casa eu quero JANELÕES… hahahahaha.

Voltando pro quarto de Isadora…
Todo post que eu começo a escrever sobre a casa, tenho vontade de falar da dificuldade de organizar por ela ter cômodos pequenos. A gente tem que rebolar e usar muita criatividade.
O quarto de Dora é o que demanda mais atenção porque ela usa muito o quarto dela pra brincar, pra ler, estudar… Minha vontade é fazer um mesanino com cama e espaço pra leitura e embaixo espaço pra estudar e brincar, mas por enquanto fica nos planos.

Apesar de não ter sobrado muito espaço livre, ela me contou que essa foi a forma que ela mais gostou do quarto, porque as duas camas deixam o quarto mais confortável (e só agora eu percebi que não tem foto da disposição das camas, mas fica uma paralela a outra e o espaço entre ela é o suficiente para uma pessoa).


As duas pranchas de pinos foram pintadas na cor favorita de Dona Doricas e fixadas acima da cama. Sobre elas colocamos os livros que ela tanto se orgulha e adora tê-los por perto.
Pra ganhar espaço a gente decorou a prateleira com os brinquedos dela:
- Lego e bichinhos em caixinhas e potes transparentes;
- Quadros pintados por ela;
- A coleção de relógios;
- As bonecas Pepas que ela ama e que foram presente da Lia Agio (e também são confeccionadas por ela);
- Bonequinhos que ela modelou com lego, barro, biscuit, papel alumínio;
- Maquininha analógica que ela ama e foi presente de Samara e Ivan do Instituto Candela;
- Maletinha do Pequeno Príncipe que ganhou de Fernanda Reali;
- e mais um monte de quinquilharia que dá o maior trabalho pra limpar, mas são peças afetivas (e de uso dela do dia a dia) que refletem a personalidade dela e que fazem ela virar pra mim e dizer que ama o quarto dela <3

Pra resolver o problema dos inúmeros gibis jogados pela casa toda, combinamos de distribuí-los pela rua para as crianças que encontrássemos em nosso caminho. No início ela resistiu, mas depois concordou e ainda me disse que foi muito bom ver a felicidade das crianças que ganhavam e que ela ficou feliz também.
Deixamos apenas os gibis mais novos e o primeiro que ela ganhou. Pra eles não ficarem por aí, ganharam um suporte (que já serviu pra um monte de outras coisas… hahahah). O suporte é nada mais, nada menos que barras de banheiro para toalhas.
Outro ponto complicado no quarto de Isadora são os bichinhos de pelúcia. Ela é alérgica, mas nunca conseguiu viver sem bichinhos, a gente faz rodízio, mas ela sempre quer mais e sempre tem alguém (eu e Vovó Margaret) fazendo novos bichinhos de pano pra ela. Aproveitei as barras de sustentação da prateleira, passei elástico e prendi alguns bichinhos.

Do outro lado do quarto, pintei nuvens pra menina que vive no mundo da lua e sonha em voar como um pássaro. Tentei fazer com carimbo e com stencil, não deu certo, então pintei à mão.
Na cama, o primeiro presente dela (Cachorrão! 12 anos depois ele está firme e forte), A almofada toy (da La Pomme) em formato de Torre Eiffel e uma almofada de coração que Dorica costurou!


Na mesa lateral tem aparelhinho pra ouvir música na hora de dormir, caixinhas com estampa La Pomme da Coleção “Eu Amo Paris”, máscara de dormir e suculenta que Cactus Lira vende na feirinha de UFPB.
A almofadinha de nuvem, adivinhem de onde??? La Pomme, claro! hahahaha


Em frente às camas fica a mesa de estudos (leia-se bagunça). Fiz um móbile super fácil com retalhos de papel colorido e o nome dela com papéis estampados
Tentei deixar na mesa só as coisas essenciais para estudo, maaaas quem disse? Além dos dicionários que ela ama, os lápis de cor, hidrocor e o mural de recados tem um monte de fofíces (mais torres, mais relógio, mais bichinhos e etc, etc, etc…)

No fim, como já falei lá em cima, o quarto ficou do jeito que ela curtiu, com elementos que falam dela e pra ela.
Não gastei nada, usei só as coisas que  a gente já tinha em casa e elementos afetivos e que contam a história dela!

E aí curtiram?

Um beijo!

Na mudança pra casa nova eu já estava convencida e conformada por não ter sala, já que a sala seria nosso escritório e eu acreditava que não teríamos muito espaço para sofá, mesa de centro e etc.
Deixei meus sofás em Recife e vim feliz sabendo que não teria espaço pra eles.

Chegando aqui depois de conseguir colocar as coisas em seu devido lugar eu percebi que não tava assim tão feliz com a sala/escritório. Tava feio, tava sem graça. Eu queria um cantinho aconchegante. Mas não tinha nem espaço nem móvel pra um cantinho assim.
Mas eu me conheço, não ia sossegar enquanto não deixasse a sala/escritório mais fofa e aconchegante.
Aproveitei que precisamos tirar todos os móveis da sala pra embutir os fios e pintar, joguei um charme no marido e convenci ele a remanejar os móveis de forma que sobrasse espaço pra um sofá.
O que um cheiro no cangonte não faz, heim? Marido topou e até concordou que a gente precisava ter um sofá.
Oba!

Mas a gente não tinha sofá e palavras como “comprar” “gastar” tão riscadas de nossa lista decorativa. Toda e qualquer decoração da casa deve ter custo zero!
Tem nada não, tinha uma cama box boiando, sendo causadora de problemas por não ter onde colocar. E ela passou de patinho feio causadora de problemas para um cisne lindo que resolveu meus “problemas”

Forrei a cúpula do abajur, pintei um móvel pra usar como mesa lateralfiz novas almofadas e pronto!
Agora eu tô feliz com minha sala/escritório, tô sim!

Já tinha usado esse artifício e adorava, olha aqui!
Essa é uma opção bem legal pra quem tem pouco espaço. Um sofá que também é uma cama, sem o desconforto de um sofá cama!
O pai de Eder ficou uns dias por aqui e  nós deixamos nosso quarto pra ele. O sofá foi minha cama e de Eder por 10 dias (a base serve como cama também, mas só pra quem gosta de colchão duro!).

Nina aprovou! E vocês aí, usariam uma cama como sofá?

beijocas e boa semana pra vocês!

P.S. Amanhã tem novidade por aqui!

…e muita tralha

Usar cestinhas pra organizar as coisas não é novidade nenhuma, mas ainda assim elas ocupam espaço em algum lugar e espaço é um luxo por aqui!
Daí que pra liberar o espaço onde elas estavam eu as pendurei! :D

A ideia era pendurar com ganchinhos, mas fiquei com preguiça de furar com furadeira, fazer pó. Então se tu não tiver onde pendurar com barbante como eu fiz, pega a furadeira, coloca pitão e pendura as danadinhas :D

Aqui, antes de responder esta pergunta, eu sempre penso na pontencialidade do suposto lixo. Antes (quando eu tinha mais espaço) eu guardava tuuuuuuuuuudo! Hoje eu só guardo se tiver certeza que usarei, afinal espaço aqui tá sempre em falta!

E aqui no ateliê usamos muito fita para empacotamento e sempre que uma acaba eu pego o rolinho de papelão e guardo porque sabia que um dia inventaria algo com ele! E o dia chegou!

Bem fácil de fazer
Corte tiras de tecido e cole com cola branca ou cola quente, enrolando o tecido no rolo!
Depois é só amarrar um no outro com fita de cetim e pendurar onde quiser :D

Facinho né? e barato! Nem sei quanto eu gastei porque tinha tudo em casa.

Essa cortininha serviu para “separar” os ambientes. É como se fosse o limite entre um e outro!

Beijoquitas pra vocês! E ó: muito feliz e emocionada com cada comentário que chega!

Quem acompanha o blog, sabe de toda “labuta”pela qual eu e minha casa estamos envolvidas né? Sabem que tudo que fizer aqui tem que ser feito pensando que é algo temporário, portanto o uso de criatividade e parcimônia é a ordem da vez. Mas não é porque estou num local provisório e apertadinho que não vou deixá-lo agradável e organizado não é?
E foi o que tentei fazer nesse banheiro que tem 1,0 x 2,70 m [apertado] e que é utilizado por um homem uma mulher e uma menininha de 7 anos ( eu, marido e filha).
Esse banheiro é antigo, sem nenhuma peça que saia do básico, bem normal meeeeesmo
O bom dele é que apesar dos pesares ele é todo branco e facilita.
O ruim é que por ser apertado não sobra muita opção de lugar para colocar tudo que se precisa em um banheiro.
Então apelei para as prateleiras, que são fáceis de instalar, são baratas e que podem ser removidas e utilizadas em outro lugar.
Outro dica é, abusar dos detalhes, eles deixam o ambiente mais acolhedor e não precisa de grana para isso.
Vamos ver?

Nunca gostei daqueles armários de banheiro com espelho, acho mais bacanas só espelhos, sem nada além das paredes atrás deles. Gosto da moldura desse contrastando com o branco.
Pra resolver onde por o que iria pro armário: caneca como porta escova de dentes, sabonete líquido no lugar de saboneteira, e uma prateleira – comprei uma mão francesa pequena, “catei” uma madeirinha que tinha solta por aí e pintei. Dica: não pintar com uma tinta que não possa receber umidade e que que vá manchar ou sair com água!

Usei quadrinhos com foto da pequena se fartando numa bacia no quintal.

Pra colocar o que não deu na prateleira: uma caixinha, forrada com tecidinhos fofos e impermeabilizado, coloquei num banquinho e ganhei mais um espacinho pra organizar as coisas.

Detalhes pra alegrar: Na tampa do assento apliquei essas libélulas de vínil adesivo e na cortina pendurei cds revestidos com fita de cetim e impermeabilizados.

Aqui o que já foi porta livros num antigo quarto de Isadora, voltou à sua função original, mas os desenhos deram mais alegria para peça que seria sem graça!

E aqui uma visão geral do banheiro, que a dona da foto e do banheiro nem teve o cuidado de:
1- colocar o tapetinho no pé da pia.
2 – arrumar a toalhinha de mão no suporte
3 – tirar essa toalha aí do lado.
4 – colocar um rolo de papel higiênico novo.

Mas queria mostrar a vocês a solução para armazenar os artigos de banheiro que ainda não estão em uso, assim como, secador, chapinha, aparelho de barba, etc, etc, etc.
Aquele armário alí no canto superior direito da foto.
Como não são coisa que precisa estar mão porque são materiais de reposição, podem ficar naquela altura sem problemas, que é o unico lugar onde nao atrapalha a movimentação do banheiro e nem causa acidentes (bater a testa).

Como fazer ou onde encontrar:

Quadrinhos e espelho – vidraçaria da esquina.
Potinhos para cotonetes e algodão – reutilização de embalagens feito em casa
Caneca – La Pomme
Mão francesa, prateleira plástica, cortina – Ferreira Costa
Adesivo de libélula – feitos em casa – vínil comprado na Serilon ou Day Brasil
Caixinha redonda – Mercado São José – customizada em casa

E mesmo ele não sendo um modelo perfeito de banheiro, gosto das soluções e do resultado.
Viu? não precisa mais ficar reclamando do seu banheiro e que não dá pra melhorar porque não pode fazer uma reforma!

Vamos lá! Mãos à obra!

Eu prometi, eu vou cumprir…

Então para quem  achou essa belezinha bacana, vamos ao PAP (tentarei).

Materiais:
- Madeira (se você vai fazer aconselho pinos) ou MDF
- Prego
- martelo
- trena
- tinta para madeira
- serra
- lixa

Existem duas possibilidades: você comprar a madeira nos tamanhos certos ou cortar em casa. O corte em casa só aconselho pra quem tem alguma prática, se o corte não ficar bonitinho o encaixe vai ser prejudicado.

Esse móvel pode ser de vário tamanhos, esse tem 35 cm de altura, 30 cm de largura e 20 cm de profundidade. Pra fazer um desse tamanho seguem as medias das pecas(uma de cada tamanho).

As duas peças que estão com uma interrogação vão variar o tamanho de acordo com a espessura da madeira usada (caso use MDF  a espessura minima deve ser 15mm). Se o material usado for mais fino as peças serão maiores, se for mais grosso, as peças serão menores. Você terá que calcular a medida pra que o encaixe fique legal!

Eu fiz os dois Ls primeiro, depois medi o tamanho que as peças de fechamento precisariam ter. Pra unir cada peça é necessário utilizar 3 pregos. O Primeiro é colocado um no meio e depois os outros dois, um de cada lado.

Depois do móvel fechado, lixar pra tirar qualquer desnível, passar uma pasta para acabamento em madeira, para preencher alguma abertura (essa pasta pode ser feita com pó de serra e cola).
Depois disso é só pintar. A depender da madeira e da tinta, entre duas ou três demãos e lixar entre cada demão com uma lixa bem fininha.

Tinta para madeira normalmente tem cheiro muito forte porque são a base de solvente e não de água, mas a coral lançou a Coralit a base água. Eu fiquei meio reticente porque uma vez comprei uma tinta esmalte a base d’água e detestei, mas essa é ótima de trabalhar, tem uma cobertura e aderência muito boa.

Eu gosto de usar rolinho de espuma porque acho que dá um acabamento mais uniforme, uso o pincel só pro acabamento nos cantos!
Espero ter sido clara! Já disse que PAP pra mim é meio complicado, sou um ser meio confuso, meu negocio é fazer!
Se precisarem pode mandar um e-mail com dúvidas que eu respondo!

Já perceberam que esse assunto – pequenos espaços – não vai parar de parar aqui por tão cedo não é?
Será que é porque habito um ovo?
A dica de hoje é de como aproveitar um canto perdido e inútil aí da parede num cantinho charmoso, arrumadinho e prático para chapéus, boinas, bonés e afins…
Além disso, com aproveitamento de material!

Cores quase primárias (quase)
Pra fazer o cabideira eu poderia ter simplesmente ter batido uns preguinhos na parede (marido me matava) e pronto! Mas e na hora que eu tirasse o chpeu pra usar, ia ficar aquele prego horrendo aparecendo. Então como gosto de praticidade, mas gosto de coisinhas fofinhas e lindinhas ( e tava doida pra estrear ferramenta nova que ganhei do marido), resolvi fazer um cabideiro com os penduradores redondos e coloridos.
Então eu preciso de:
MDF
FURADEIRA
e esse trem ai da foto que engata na furadeira
serra copo

Fiz vários círculos com a serra copo.
Um detalhe pra quem vai se aventurar a trabalhar com a serra copo: prender a madeira que você vai furar em oura madeira por baixo dela e prender as duas bem firme num suporte, bancada, banco, seja o que for, porque na hora que a furadeira girar, se não tiver bem firme, a madeira gira junto e voa tudo longe. Isso pode causar um acidente feio.

E assim fica a madeira depois que saem as madeirinhas redondinhas.

E os círculos já cortadinhos, mas ainda feinhos, sem acabamento.
Uma lixadinha.
E eles ficam assim lisinhos e lindinhos.
E pra pintar, enfia eles no cabo de um pincel fino! 
Ou de vários.
E depois de seco é só ficar com parafuso, mas tem que ser um parafuso que tenha a medida certa do furo, senão tem que ter essa trabalheira toda que eu tive ai embaixo:
Não usei parafuso, usei prego, o prego era mais fino que o furo do meio ( a serra copo já faz esse furo), então tive que encher o furo de durepox (foto acima)
Atravessar o furo cheio de durepoxi.
Ai vai ficar assim: a cabeca do prego dentro do furo. Faz outra bolinha de durepoxi e tampa o furo, espera 24 hs pra secar, pinta e depois coloca na parede.
E para fazer jus ao título do post, vou mostrar porque aproveitamento de espaço.
Olha só que espacinho mais perdido essa do lado do guarda-roupa embutido!

Dá pra ver  que é o vão pra fechar a porta do quarto?
ADOREI o resultado e não gastei nada, o MDF foi reaproveitamento, os pregos e o durepoxi eu já tinha (artigos obrigatório do faça você mesmo).
Logo logo vai sair o PAP da mini mesa de cabeceira.
E já fiz as fotos dos itens da listinha básica para quem quer aderir ou já aderiu ao conceito de faça você mesmo.
BOA SEMANA e mãos a obra!

… nem pra se coçar?
esquenta não, como diria dona Margaret: ”….na vida só não tem jeito pra morte!”
E não é que ela tem razão?!

Esse movelzinho aí tem apenas 30 cm de largura,  20 de profundidade, 35 de altura. E pode ser ainda menor!
Super prático e apesar de pequeno tem lugar pra tudo: as revistas e livros pra quem gosta de ler antes de dormir, para os controles remotos da tv/dvd pra quem curte um filminho na cama, despertador,  canequinha com água, deu até pra colocar uma luminária e ainda tem um espacinho!
Ele encaixa em praticamente qualquer lugar.
Vi um modelinho nos meus passeio pela net e guardei a ideia na caixola pra executar. Como agora to virando uma expert [rs] em pequenos espaços, ele caiu perfeito na minha situação atual!
Gostaram?
Então aguardem que teremos PAP (daquele jeito meio sem noção que só eu sei fazer!)

Notinha Importantes:
1 – Não fiquem abusadas de mim, só porque ultimamente só tem pintado trabalho por aqui, mas felizmente meu tempo (e espaço) tá praticamente todo voltado pra isso.
2 – Porém a pessoa aqui é um tanto inquieta e tem mil novidades e posts pra você, fresquinhos aqui na minha caixola, mas alguns tenho que executar, outros tem que produzir as fotos, mas não esquentem que eles vão pintar aqui.
4 – sobre “O CLIQUE”, tá de pé viu gente, mas quero fazer algo que esteja bem ao alcance de todas então tô preparando um material todo feito com celular e câmera convencional pra mostrar o que dá pra fazer (da pra fazer muuuuuita coisa) e o que não dá!

Acho que é só, tô morrendo de saudade de passar ai na casinha de vocês pra botar o papo em dia.

© 2014 asperipeciasdeeva.com.br Suffusion theme by Sayontan Sinha