………………………………………………………………………………………………

Feliz da vida por receber aqui na casinha essa moça, que já é de casa, me dá mil e uma ideas, me enche de pitacos, então ela pode entrar, sentar, tirar os sapatos e colocar o pé pra cima pra gente bater muito papo!
Minha comapanheira das madrugadas, uma amiga que esse mundinho de blogs me deu!
E eu não vou falar muito não porque duas tagarelas juntas já viu “né”?
Aninha (eu posso tá!), vai falar de uma das peripécias que ela faz melhor (sim porque ela é uma mulher cheia de peripécias): BLOGAR! Como a própria diz, ela já nasceu blogando!

Com a palavra Ana Medeiros – A casa que a minha Vó queria…

Fotos: Amanda Moraes

“Algumas pessoas me mandam email perguntando sobre blogar (como fazer um blog e como mantê-lo). Sou meio resistente a responder por que não acho que seja a pessoa mais apta pra isso, tipo… Q-u-e-m s-o-u e-u? Ainda mais publicar um post desse tipo, acho pretensão demais da minha parte. Comentando sobre o assunto com Evinha, ela me convidou para falar sobre o assunto aqui no Peripécias e me convenceu de que eu não iria parecer “metidinha”, nem muito menos ” a sabe tudo”.Tá bom, aceitei, até porque é difícil negar um convite de uma pessoa que gosto tanto e não deixa de ser uma oportunidade de registrar as MINHAS impressões sobre o assunto.

Então vamos lá, as minhas humildes dicas, para quem quer criar um blog e atingir um número razoável de leitores:

Tema do blog – É preciso ter foco. Se você pretende ter leitores fieis, não pense em falar sobre decoração e política ao mesmo tempo. As pessoas chegam até você por afinidades, sobre determinados assuntos de um mesmo “seguimento”. Tá, tudo bem, você pode ter um blog sobre atualidades, assuntos gerais, mas sinceramente você precisa ter certa credibilidade e reconhecimento pra isso. Falo como leitora, se eu quiser saber notícias sobre a Guatemala, vacina H1N1 e como dispor os quadros na parede da minha sala de estar, não vou procurar isso em um blog de alguém que nem conheço, vou em algum jornal online e fico informada sobre tudo isso e muito mais. Portanto, escolha um tema que você GOSTE, que seja APAIXONADO, e que vá ter saco de pesquisar, se informar e postar sobre ele diariamente.

Tempo e dedicação – As pessoas deixam comentários perguntando como faço pra postar diariamente tendo um bebezinho em casa. Não tenho secretária nem babá, e além de toda a trabalheira com o Vinícius, tenho marido (diga-se de passagem, que super me ajuda com tudo),cachorra, apartamento, comida, roupa, cabelos, unhas e rostinho bonito pra cuidar (auto estima também, notaram?). Onde arrumo tempo? Também não sei, mas arrumo. Entre uma cochilada do Vini, enquanto o arroz queima na panela ou quando o marido com toda a sua boa vontade diz “Vai postar que eu seguro a onda”. E antes, quando saia pra trabalhar às 7 da manhã e voltava às 23 da noite, eu também postava, porque ou ficava até as duas da manhã acordada ou usava o final de semana para fazer e programar as postagens. Não é que tenha que ser algo que pese na sua vida, uma obrigação, mas principalmente pra quem começa, é preciso sim ter uma frequencia de posts, ou você cairá no esquecimento. É por isso que digo: Se não tem paixão pelo tema, esquece. Quando a gente fala e faz o que gosta, sentimos prazer e nunca será uma tarefa árdua.

Personalidade e boa redação – Escrevo como falo, se isso é certo eu não sei, as vezes acho que poderia ser um pouco mais formal, mas penso: “Poxa, o blog é meu, não estou escrevendo nenhum memorando pra chefe chato e isso aqui é…um blog, não é um jornal, é meu, ponto final” e sigo falando e informando do meu jeito, com meus vícios de linguagem, com minhas gírias adquiridas diariamente nesse mundo de besteiras. E apesar de morrer de preguiça para revisar meus textos (façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço), é feio ficar escrevendo “ansiedade” com “c”, por mais que seja mais bonitinho né? (Ah e não me falem em nova gramática, eu gosto de ser antiguinha).

Bom layout – Apesar de achar super importante, sei que não é determinante para o sucesso. Vejo vááários blogs super queridos e bem visitados, com aquele layout horrendo, mas bombando, até porque, gosto é quem nem umbigo, cada um com o seu. Então, se não é pra ter uma boa apresentação, que tenha ao menos organização: caixa de pesquisa, arquivos e contato, são elementos fundamentais.

Atenção com o leitor – Ando pecando demaaaais nesse quesito, infelizmente não consigo visitar e responder um por um (juro que tento), mas como essa não é uma postagem de justificação e sim de dicas, sempre que possível (porque vai chegar uma hora que você não mais conseguirá fazer imediatamente) reserve um tempo para responder emails e comentários. Ninguém gosta de falar e ficar sem um retorno.

Rede de relacionamentos – É preciso construí-la. Com outros blogueiros, com parceiros e com seus leitores. E isso só o tempo e a simpatia irão te proporcionar. Tempo, para que as pessoas cheguem até você e vice e versa, seu blog desperte interesse de portais, empresas e outros que se interessem em fazer divulgação no seu espaço. Simpatia porque gente chata e mal humorada não faz amigos nem aqui nem na china.

(Em relação à monetização de blogs, daria outro post, mas não estou muito por dentro do assunto).

Bem, o assunto é bem extenso e eu poderia transformar esse post em vários, mas chega né gente, eu sou visita e não sou posso chegar colocando os pés no sofá. Vamos deixar para um próximo bate papo. Tudo o que falei não é segredo pra ninguém e estou sendo até repetitiva. Não existe fórmula, existe um caminho, uma direção que é mais ou menos essa que falei um pouquinho aqui. Espero ter ajudado de alguma forma. Quem quiser saber sobre algo específico e eu puder ajudar, estou à disposição, pode mandar email, às vezes posso demorar a responder, mas sempre respondo. (contato@acasaqueaminhavoqueria.com)”

Dona Evinha, muito obrigada pela oportunidade, confiança e pelo seu carinho.

O blog “A casa que a minha Vó queria“, não é o primeiro nem o único que Ana Medeiros tem.
você curti um pouco mais dela
aqui
aqui

Esperamos (e e ela) que vocês tenha gostado!
E como Aninha acha que precisa falar mais o convite está feita pra que este seja “As peripécias de Ana Medeiros I” o primeiro da série! Que tal Aninha?

Próxima segunda tem mais “As peripécias de…” com uma convidade pralá de especial!
…………………………………………………………………………………………………………………………
Para participar da seção ” As peripécias de …” entre em contato pelo e-mail aí do ladinho ó!

© 2014 asperipeciasdeeva.com.br Suffusion theme by Sayontan Sinha